O cachorro Olavo, que foi arremessado de uma janela em Ceilândia em 5 de fevereiro, recebeu alta nessa quarta-feira (13/3). Agora, o animalzinho precisa de um lar. Ele havia quebrado as duas patas dianteiras e alguns dentes após ser jogado de uma altura estimada entre 15 e 18 metros.

Olavo ficou internado em uma clínica veterinária em Ceilândia e precisou de doações para custear cirurgias e remédios. O caso repercutiu na internet e trouxe resultados. A servidora pública Marília Kehrle, 33 anos, e o marido Gabriel Gomes, 34, resolveram ajudar o animal após verem a reportagem publicada pelo Metrópoles. “Meu marido leu a matéria, ficou sabendo das doações e pagou a cirurgia completa”, conta Marília.

A servidora explica que o cão fez a operação há 22 dias e permanece estável. “Ele está com talas, mas consegue andar e também está tomando vitaminas”, explica. Agora, Marília e Gabriel procuram uma nova família para o cachorro, já que não podem cuidar dele.

“O Olavo vai precisar fazer fisioterapia. Por isso, a pessoa que o adotar deve estar ciente de que ele vai precisar de um tratamento especial”, ressalta Marília. O cão deixou a clínica nesta quarta (14) e está hospedado em um hotel para animais enquanto espera por um novo dono.

Entenda o caso
Olavo foi arremessado da janela de um prédio em Ceilândia, em 5 de fevereiro, deixando moradores revoltados. O suspeito de cometer o crime tem 46 anos e foi identificado pelo Batalhão de Policiamento Ambiental do Distrito Federal (BPMA) após a circulação de vídeos do animal, publicado nas redes sociais.

O acusado foi autuado por crime ambiental, que tem pena prevista de 3 meses a 1 ano.

Saiba como ajudar
Interessados em adotar Olavo devem entrar em contato com Marília, pelo telefone (61) 99909-1439.