Alunos de engenharia acompanharão vistorias em pontes e viadutos do DF

Iniciativa é resultado de parceria firmada entre o UniCeub e a Novacap. Instituição lançará edital interno para selecionar os interessados em participar das inspeções

JP Rodrigues/MetrópolesJP Rodrigues/Metrópoles

atualizado 03/06/2019 18:59

Alunos do curso de engenharia civil do Centro Universitário de Brasília (UniCeub) irão participar das inspeções de pontes e viadutos do Distrito Federal. A iniciativa partiu de acordo firmado, na manhã desta segunda-feira (03/06/2019), entre a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e a instituição de ensino.

O UniCeub irá lançar edital interno para selecionar os alunos interessados em participar das inspeções. De acordo com a faculdade, os trabalhos irão valer para preenchimento de carga horária da disciplina de estágio supervisionado.

O projeto é coordenado pelo professor do curso, João Bosco. “Além do benefício de agregar à carreira profissional desses estudantes, existe um apelo social e econômico. É muito mais barato para o governo realizar obras de manutenção do que ter de reconstruir pontes e viadutos. Já vimos isso na prática aqui no DF. Fico muito feliz em ver a sensibilidade e união entre estudantes e GDF [Governo do Distrito Federal]”, declarou.

Vistorias

A precariedade de algumas das estruturas do DF motivou a criação de forças-tarefas e a liberação de verbas para reparos. Neste ano, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), por exemplo, garantiu R$ 4,3 milhões para a manutenção de 56 travessias de pedestres em estado precário de conservação.

Já em maio, o GDF decidiu criar um grupo de trabalho multissetorial, com a participação de entidades representativas, para a realização de inspeções em passarelas, pontes e viadutos da capital.

O decreto para criar a comissão integrada por órgãos do governo e entidades – como o Crea-DF, o Clube de Engenharia e o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico (Codese-DF) – foi assinado pelo governador  do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e segue para a publicação no Diário Oficial do DF.

Desabamento

As medidas tentam evitar episódios como o do viaduto que caiu na área central de Brasília, em fevereiro de 2018, no Eixão Sul. Em 19 de maio deste ano, parte da estrutura de um elevado no Setor Policial Sul também cedeu, e um pedaço de rocha despencou e atingiu um veículo.

Nesta segunda-feira (03/06/2019), o DER-DF anunciou que o viaduto sobre a Galeria dos Estados será liberado para tráfego a partir das 15h desta terça (04/06/2019). A volta do trânsito no local ocorre 483 dias após parte da estrutura desabar, em 6 de fevereiro de 2018.

Enquanto as obras de recuperação são executadas pela Via Engenharia, alças foram instaladas para desviar o trânsito no local. A reforma, antes orçada em R$ 10,9 milhões, sairá ao custo de R$ 12,7 milhões por causa de um aditivo de 17,39% no contrato.

Últimas notícias