Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

Suspeito de atacar Gabriel Luiz já foi apreendido com faca em escola

Em depoimento à época, o então adolescente de 14 anos disse que estava com a faca pois pretendia "furar" um colega de aula

atualizado 16/04/2022 11:21

JOSÉ FELIPE LEITE TUNHOLI Reprodução

José Felipe Leite Tunholi (foto em destaque), 19 anos, preso na noite dessa sexta-feira (15/4) por desferir pelo menos 10 facadas no jornalista Gabriel Luiz, da TV Globo em Brasília, tem passagem na polícia por porte de arma branca. Ele foi flagrado com uma faca na escola quando tinha 14 anos.

À época, o orientador educacional de uma escola particular da Asa Sul chamou a Policia Militar dizendo que havia encontrado o adolescente portando uma faca nas dependências do colégio. A guarnição foi até o local e abordou o então menor de 18 anos. Em depoimento, ele disse que estava com a faca pois pretendia “furar” um colega.

O jovem acabou preso em flagrante por atacar o jornalista da TV Globo, também com uma faca. Ele cometeu o crime na companhia de um adolescente de 17 anos, apreendido um pouco mais cedo por agentes da 3ª DP (Cruzeiro).

O repórter foi agredido perto do prédio onde mora, no Sudoeste. A principal linha de investigação da PCDF é a de tentativa de latrocínio. Os bandidos levaram o celular de Gabriel Luiz, mas o descartaram nas proximidades do local do crime. A carteira do jornalista não foi roubada.

José Felipe Leite é suspeito de ter atacado o jornalista Gabriel Luiz, da TV Globo

Polícia prende 2º suspeito de esfaquear jornalista Gabriel Luiz no DF

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

Deputados se solidarizam com Gabriel Luiz e pedem rigorosa apuração do crime

O crime ocorreu por volta das 23h20. Gabriel Luiz voltava para casa quando foi seguido por dois suspeitos. Eles o cercaram e desferiram cerca de 10 golpes. Testemunhas relatam que um indivíduo segurou a vítima para o outro esfaquear. A agressão só parou porque um vizinho viu a cena e gritou.

A ação foi registrada por câmeras de segurança. O porteiro narrou que estava na guarita do condomínio quando percebeu a vítima se aproximando.

Veja imagens de câmeras de segurança:

Novas imagens mostram os dois suspeitos de atacar o repórter. A gravação revela dois homens andando tranquilamente por um estacionamento. Assista ao vídeo:

Bilhete

Após passar por cirurgias durante a madrugada e a manhã dessa sexta, Gabriel Luiz conseguiu escrever um bilhete e entregar à equipe médica da unidade de saúde. Segundo integrantes da equipe que acompanham o quadro clínico do repórter, logo depois da visita do pai, Gabriel fez desenhos de corações e os dizeres “Te amo”, e entregou a uma médica.

Ele foi transferido para a UTI do Hospital Brasília, no Lago Sul, por volta das 14h40 desta sexta. O jornalista seguirá internado na unidade de saúde até a completa recuperação.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias