Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

Preso após confusão em bar, cliente ameaça PMs: “Vou dar um tiro na sua orelha”

Na delegacia, o agressor acusou os militares de "terem roubado R$ 2,8 mil". Suspeito asfixiou gerente com uma gravata e deu um soco no rosto

atualizado 06/12/2022 9:01

Vila Carioca Reprodução

Duas horas antes de o Brasil entrar em campo pelas oitavas de final da Copa do Mundo, nesta segunda-feira (5/12), um homem foi preso, em flagrante, após se envolver em uma confusão num bar de Águas Claras. Ele foi detido após dar um soco no rosto do gerente do estabelecimento. Descontrolado, o agressor ainda ameaçou “dar um tiro na orelha” de policiais militares, que foram acionados para atender a ocorrência. Um boletim de ocorrência foi registrado na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul).

A confusão começou por volta das 14h, no bar Villa Carioca. O agressor, que era cliente da casa, se dirigiu até ao caixa gritando que os funcionários eram “ladrões” e que “queria o dinheiro de volta”. O gerente entrou na conversa e tentou apaziguar os ânimos, questionando o que havia acontecido para que o cliente estivesse tão irritado.

No entanto, o homem apenas repetia que queria o dinheiro de volta. Ao ser indagado novamente, o agressor puxou o gerente pela gravata – o asfixiando – e lhe deu um soco no rosto. Outros funcionários do bar intervieram e conseguiram evitar que o gerente do bar apanhasse mais. Logo depois, a Polícia Miliar foi acionada e uma equipe do Grupo Tático Operacional (GTOp) chegou ao local.

“Tiro na orelha”

Após analisarem as imagens capturadas por câmeras de segurança instaladas no estabelecimento, os policiais deram voz de prisão ao homem, que se tornou ainda mais violento e precisou ser contido e algemado. Enquanto resistia, o cliente ameaçou os PMs dizendo que daria um “tiro na orelha deles”. Além disso, a todo instante gritava que tinha porte de arma.

Já na delegacia, o agressor acusou os militares de “terem roubado R$ 2,8 mil”. Além do gerente ter registrado ocorrência contra o cliente, os policiais também representaram contra o homem, pelo crime de desacato e ameaça. Apor ter assinado Termo Circunstanciado (TC), o agressor foi liberado e responderá o processo em liberdade.

Bar se pronuncia

Após as agressões, o Villa Carioca, por meio de sua assessoria jurídica, confirmou que gerente da casa foi agredido dentro do estabelecimento. Segundo as testemunhas o cliente usou palavras ofensivas contra a funcionária do caixa e, ao fazer a intermediação, solicitando que o cliente se acalmasse, o gerente foi agredido.

“Ao serem acionadas providencias policiais houve resistência por parte do agressor. Todos os envolvidos foram encaminhados à delegacia, o gerente foi submetido à laudo do IML e foi lavrado o correspondente boletim de ocorrência, agora as partes aguardam a apuração dos fatos, bem como as providências legais”, afirmou os proprietários do estabelecimento, por meio de nota.

Reicidente

Esta não foi a primeira vez que o morador de Águas Claras se envolveu numa confusão que acabou virando caso de polícia. Em agosto último, o homem discutiu com o porteiro do condomínio onde mora após o funcionário interfornar em seu apartamento e alertar para a maneira errada como o morador havia estacionado o carro. Ele se irritou com o aviso.

“Se você ligar lá do jeito que ligou, eu vou descer e te dar um tiro na cara. Você me respeite, você sabe quem eu sou? Se ligar, eu vou descer e te quebrar inteiro. Não me ligue mais”, esbravejou o morador.

Ameaçado, o funcionário do prédio também registrou ocorrência na 21ª DP. À polícia o porteiro informou que é responsável pela organização dos veículos na garagem do residencial e que o carro do morador atrapalhava a fluidez de outros automóveis.

Segundo a vítima, o homem disse, ainda, que ele poderia acionar a síndica do condomínio e que nada aconteceria, pois ele teria relações sexuais com ela. O caso é investigado como injúria e ameaça. As imagens foram divulgadas pela página PSul News nas redes sociais.

 

 

 

Mais lidas
Últimas notícias