Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

PCDF prende líder de organização criminosa que tinha PM como capanga

A quadrilha estava envolvida com jogos de azar eletrônicos, extorsão, ameaças e tentativa de homicídio em Sobradinho 2

atualizado 05/10/2022 10:00

Reprodução

O líder de organização criminosa envolvida em jogos de azar eletrônicos, extorsão, ameaças e tentativa de homicídio foi preso, nessa terça-feira (4/10), em Sobradinho 2. Segundo investigação da 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho 2), o suspeito contava com o auxílio de um policial militar.

Durante monitoramento, foi possível verificar que integrantes do grupo estariam percorrendo a cidade para recolher valores provenientes do jogo de azar eletrônico. Apurou-se, ainda, que um comerciante não repassou o dinheiro ao grupo criminoso e, por esse motivo, iniciou-se um atrito entre os envolvidos, com ameaças e extorsão.

Na ocasião, o policial militar à paisana e integrante da organização criminosa sacou uma pistola 9mm e atirou contra a vítima, que não foi atingida por causa de um freezer instalado no comércio (foto em destaque).

Ouça o delegado Laércio Carvalho, responsável pela investigação, e a marca do disparo:

Com o líder do grupo criminoso, os policiais apreenderam R$ 5,3 mil, agendas com anotações do jogos de azar, máquina de cartão, um dos carros usados no crime, além de dois celulares. “O homem preso vai responder pelos crimes de organização criminosa, tentativa de homicídio e jogo de azar”, destaca o delegado-chefe da 35ª DP, Laércio Carvalho.

Mais lidas
Últimas notícias