Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

Padrasto mata a tiros namorado e amigo de enteada e se suicida no DF

Autor do crime não aceitava o relacionamento da enteada com uma das vítimas, identificada como Júlio César Ferreira

atualizado 03/10/2022 11:59

Reprodução

O duplo homicídio registrado na madrugada desta segunda-feira (3/10), em Samambaia Sul, foi motivado por conflito familiar. Informações preliminares revelam que o acusado de matar dois jovens de 19 anos a tiros é Rafael de Lima Oliveira, 33. Ele estaria inconformado com o relacionamento entre a enteada e uma das vítimas, identificada como Júlio César Ferreira. Após cometer os assassinatos, o suspeito foi encontrado morto, com tiro na cabeça, indicando suicídio.

O caso ocorreu na Quadra 517. Testemunhas relataram que Rafael e a companheira dele, mãe de uma jovem de 17 anos, haviam ameaçado a família de Júlio César caso ele não terminasse o namoro com a adolescente.

Vítimas do duplo homicídio:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Na noite desse domingo (2/10), Rafael voltava do trabalho quando encontrou Júlio e um amigo do jovem, identificado como Diórgenes Vítor de Jesus Brito. Ao ver o namorado da enteada, Rafael teria ficado com “muita raiva”, ido para casa e retornado com uma arma de fogo.

Uma das testemunhas detalhou que Diórgenes foi executado em frente à residência em que morava. Júlio chegou a correr por cerca de 100 metros, mas também acabou baleado. Quando Rafael disparou mais uma vez, o jovem estava caído no gramado.

Veja onde ocorreu o crime:

Ao ouvir sons de tiros, uma tia de Diórgenes saiu de casa, momento em que foi atingida na perna por um dos disparos. Parentes socorreram a mulher e a levaram para o hospital. Ela teve alta na manhã desta segunda-feira (3).

Acionada para atender a ocorrência, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) encontrou o corpo de Rafael na QR 112 de Samambaia Sul, com uma marca de tiro na cabeça. A arma do crime, uma pistola 9mm com seis balas, foi recolhida. A 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul) investiga o caso.

Mais lidas
Últimas notícias