Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

Homem assassinado por adolescente reagiu a assalto e tentou pegar arma

O menor foi apreendido em flagrante por ato infracional análogo ao crime de latrocínio

atualizado 06/12/2022 12:56

Nathalia Cardim/Metrópoles

Assassinado por um adolescente durante assalto, em Ceilândia, na noite dessa segunda-feira (5/12), Antônio Gomes Neto, 42 anos, reagiu e, segundo testemunhas, foi baleado ao tentar pegar a arma do autor que tem apenas 17 anos.

A vítima estava conversando com dois amigos perto de casa quando o trio foi abordado pelo menor infrator. O assaltante teria pedido para todos entregarem celulares e dinheiro.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Uma das vítimas chegou a passar seu aparelho avaliado em R$ 1,2 mil. Antônio Neto, entretanto, teria tentado pegar a arma do bandido, momento em que o infrator efetuou um disparo. Antônio não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Testemunhas chegaram a ir atrás do atirador, que foi abordado pela Polícia Militar próximo ao local do crime em uma moto. Ele foi conduzido à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

A coluna apurou que o autor detalhou que estava armado com um revólver adquirido há dois dias por R$ 2 mil. Disse que encontrou um “desafeto” na rua acompanhado de outros dois homens. Relatou, ainda, que o rival foi para cima e ele acabou atirando. O menor foi apreendido em flagrante por ato infracional análogo ao crime de latrocínio.

Mais lidas
Últimas notícias