Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

Fotos. Saiba quem é a operadora financeira de sargento agiota da PM

A nutricionista Raiane Gonçalves Campelo ostenta estilo de vida de luxo nas redes sociais. Praias internacionais são destinos recorrentes

atualizado 17/11/2021 9:40

A nutricionista Raiane Gonçalves Campelo ostenta estilo de vida de luxo nas redes sociais. Praias internacionais são destinos recorrentesReprodução/Instagram

Raiane Gonçalves Campelo (foto em destaque) é apontada como operadora financeira do grupo de agiotagem, extorsão e lavagem de dinheiro comandado pelo sargento da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Ronie Peter Fernandes da Silva e o irmão dele, o empresário Thiago Fernandes da Silva.

A quadrilha foi alvo da Operação S.O.S. Malibu deflagrada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) nessa terça-feira (16/11). Os acusados acabaram presos, entre eles, Raiane.

A nutricionista esbanjava cliques e ostentava um estilo de vida de luxo nas redes sociais. Os cenários em praias paradisíacas internacionais se alternam por roteiros conhecidos dentro do território nacional. Raiane, contudo, não segue nenhum dos chefes nas redes sociais, nem eles a seguem.

Veja cliques da suposta operadora financeira do grupo:

0
Operação S.O.S. Malibu

Donos de uma concessionária especializada em veículos de luxo, os irmãos Ronie Peter Fernandes da Silva, sargento da Polícia Militar do DF, e o empresário Thiago Fernandes da Silva, mantinham uma coleção pessoal de automóveis importados. Conforme revelou o Metrópoles, a dupla é acusada de liderar uma quadrilha de agiotas.

Equipes da Divisão de Roubos e Furtos (DRF) cumpriram 15 mandados de busca e sete de prisão temporária em Vicente Pires, Taguatinga e São Paulo.

Nos últimos dois anos, a organização criminosa comprou oito veículos da marca Porsche, de valor unitário próximo a R$ 1 milhão, e, nos últimos seis meses, movimentou mais de R$ 8 milhões distribuídos em sete contas bancárias, segundo investigações da PCDF.

Quem não pagava as prestações em dia se tornava alvo de violentas ameaças, segundo a PCDF. Durante as cobranças, além de coagir as vítimas, o grupo tomava veículos e exigia a transferência de imóveis dos endividados. A apuração ainda demonstrou que os valores da agiotagem eram ocultados por meio da compra de veículos de luxo registrados em nome de terceiros, além da utilização de empresas de fachada.

Raiane, a suposta operadora financeira do grupo, é proprietária da empresa One Nutrição e Estética, em Águas Claras, e aparece como dona de um Porsche usado por Thiago e Ronie. A empresa, que tem faturamento mensal de R$ 100 mil, movimentou, entre janeiro e agosto de 2021, R$ 8,8 milhões. A nutricionista também foi monitorada ao fazer saques para o grupo.

Confira imagens da operação:

0

Outro lado

Por meio de nota, a PMDF informou que também apura o caso. “A Polícia Militar já instaurou um procedimento apuratório sobre o caso de imediato. A instituição não compactua com qualquer desvio de conduta de seus integrantes. Comprovado os indícios de irregularidades ou crime, todas as medidas cabíveis ao caso serão tomadas”, informa o texto.

Mais lidas
Últimas notícias