Motorista de ônibus é indiciado por homicídio culposo após matar ciclista

Ele prestou depoimento na 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) nesta quinta-feira (24/9). Veículo envolvido no acidente estava na oficina

atualizado 24/09/2020 17:58

Francisco AraújoReprodução

O motorista da empresa Piracicabana foi indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, pelo atropelamento do zelador Francisco de Sales Ferreira de Araújo (foto principal). O rodoviário prestou depoimento na 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) nesta quinta-feira (24/9). Além de matar a vítima, de 56 anos, na madrugada de quarta-feira (23/9), o condutor é suspeito de não prestar socorro. Francisco não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente, na L4 Norte.

Os investigadores do caso identificaram o motorista e apreenderam o ônibus. O Metrópoles apurou que o veículo estava na oficina da empresa para reparos.

A Federação Brasiliense de Tiro Esportivo (FBTE) lamentou a morte de Francisco Araújo. No momento do acidente, ele pedalava na L4 Norte, sentido saída Norte, entre o Quartel dos Bombeiros e a Vila Planalto.

Conhecido como Chicão, ele trabalhava na FBTE desde 1992, onde dava apoio aos atiradores nas competições e nos treinos. Em sinal de luto, a federação interrompeu as atividades em todos os estandes até domingo (27/9).

Veja a nota da entidade:

Nota de falecimentoLamentamos informar que o nosso amigo e zelador do estante FBTE, Francisco (Chicão), faleceu nesta…

Posted by Federação Brasiliense de Tiro Esportivo – FBTE on Wednesday, September 23, 2020

0

O caso

O acidente foi registrado às 02h59 de quarta-feira (23/9). O motorista fugiu sem prestar socorro.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado. Ao chegarem ao local, os militares encontraram o homem já sem sinais vitais.

A bicicleta da vitima ficou bastante danificada, informaram os bombeiros. Durante o atendimento, uma faixa de rolamento ficou interditada e permaneceu aos cuidados da Polícia Militar. A Polícia Civil também foi acionada para realizar a perícia.

Últimas notícias