Morre, aos 86 anos, “Very Well”, testemunha da história da República

José Henrique Nazareth testemunhou a passagem de 13 presidentes durante os 51 anos de serviços prestados ao Palácio do Planalto

atualizado 13/05/2021 15:08

Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Morreu, na noite dessa quarta-feira (12/5), devido uma insuficiência cardíaca causada por um infarto, José Henrique Nazareth, mais conhecido como Very Well. Aos 86 anos, Very testemunhou a passagem de 13 presidentes durante os 51 anos de serviços prestados ao Palácio do Planalto.

A informação do falecimento foi confirmada pelo jornalista Irineu Tamanini. “Meu velho amigo Very Well acaba de nos deixar. Descanse em paz . Very marcou época no Comitê de Imprensa do Palácio do Planalto”, lamentou.

Figura emblemática no Planalto, Very estava internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI) há quatro dias. Ele deixa a esposa, sete filhos e 14 netos. O apelido, traduzido para o português significa tudo bem, foi dado por sempre estar com um sorriso no rosto.

José entrou no Palácio do Planalto no período do governo Jango para atuar como porteiro. Posteriormente, passou ao cargo de auxiliar do Comitê de Imprensa. Vivenciou os 21 anos de ditadura e deixou o local durante o governo Dilma, em 2013, aos 78 anos.

O último adeus é realizado na tarde desta quinta-feira (13/5), no cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul.

 

 

Últimas notícias