*
 

Quem está procurando um imóvel para comprar deve ficar atento. A Caixa Econômica Federal promove, na quinta-feira (21/9) e na sexta (22), um leilão para vender 331 unidades, entre lotes, sobrados, casas e apartamentos. Pela primeira vez, o banco dará um desconto grande na compra, de até 70% sobre o valor de avaliação. O abatimento médio é de 50%.

Pessoas físicas e jurídicas podem dar seus lances, ou pela internet ou pessoalmente no local do leilão. A Caixa está colocando imóveis retomados de clientes que não conseguiram pagar o financiamento. A maioria das casas e apartamentos disponíveis está ocupada. Nesses casos, a responsabilidade de evacuá-los é do comprador.

O menor valor cobrado pela Caixa é de uma casa de 53 metros quadrados em Águas Lindas (GO), no Entorno do Distrito Federal, de R$ 10,8 mil. Esse é o montante mínimo a ser pago. Há também ofertas no Gama, em Taguatinga, no Guará, no Núcleo Bandeirante, em Planaltina, no Recanto das Emas, no Riacho Fundo, em Samambaia, em Sobradinho, em Brazlândia e em Santa Maria.

No Entorno, serão colocadas à venda unidades também em Valparaíso, na Cidade Ocidental, em Formosa, em Luziânia e em Padre Bernardo, todos em Goiás. Há ainda imóveis em áreas disputadas pelos moradores da capital, como Águas Claras, onde a Caixa está vendendo, por exemplo, um apartamento na Quadra 107 de 202 metros quadrados ao preço mínimo de R$ 510 mil. Detalhe: está ocupado.

Os interessados também podem optar por adquirir um imóvel em áreas mais centrais, como o Sudoeste. Na cidade, a Caixa está oferecendo um apartamento na quadra 305, de 154,3 metros quadrados, ao custo de R$ 960,7 mil (com o abatimento). Este está desocupado.

A unidade de maior valor é um sobrado localizado na QNF 22 de Taguatinga, com 632 metros quadrados de área. O lance mínimo, com desconto, é de R$ 1,1 milhão. O leilão será comandado por Fernando Gonçalves Costa. “Essa é a primeira vez que a Caixa dará um desconto tão alto no valor dos imóveis”, assegura.

As unidades podem ser compradas por pessoas físicas e jurídicas e pagas de forma parcelada. Para isso, os interessados precisam ter financiamento aprovado pela Caixa antes do leilão. A mesma regra vale para a utilização do Fundo de Garantia sobre o Tempo de Serviço (FGTS).

Quem não puder comparecer ao local do leilão pode participar pela internet. Basta fazer o cadastro e dar o lance on-line. Leva quem apresentar o maior valor de compra para a Caixa. De acordo com o leiloeiro, pouquíssimos casos envolvem briga judicial entre o banco e o antigo dono.

Fernando Costa diz que, para arrematar os lotes, é preciso dar um sinal de 5% do lance ofertado e mais 5% da comissão do leiloeiro.

Para conferir todos os imóveis e participar do leilão clique aqui.

Fique atento

Grande Leilão de 331 imóveis da Caixa
Dias 21 e 22 de setembro, às 14h30
Onde: Pátio de leilões, Setor de Oficinas Norte, Quadra 01, Conjunto A, Lote 08, Brasília-DF

Mais informações

www.multleiloes.com
www.caixa.gov.br