Microcrédito do BRB injetará R$ 15 milhões para empreendedores

Programa vai atuar no financiamento de micro e pequenos negócios, principalmente, mulheres, jovens, produtores ruais e feirantes

Vinícius Santa Rosa/MetrópolesVinícius Santa Rosa/Metrópoles

atualizado 22/01/2020 11:15

O objetivo do novo programa de microcrédito do Banco Regional de Brasília (BRB) é aumentar em mais de 100 vezes o volume de financiamento para micro e pequenos empreendedores do Distrito Federal.

Segundo o presidente do banco, Paulo Henrique Costa, em 2019, a instituição injetou R$ 140 mil no mercado. Neste ano, conforme o Metrópoles noticiou em primeira mão, na coluna Grande Angular, a ideia é colocar R$ 15 milhões.

Batizado como Acreditar, o novo programa vai exigir do empreendedor pelo menos de seis meses na área de atuação. O BRB dará atenção especial para mulheres, jovens empreendedores, produtores rurais e feirantes.

Aliás, de acordo com Paulo Henrique Costa, esse público terá ainda desconto extra de 20% sobre a taxa 1,85% ao mês calculado para os empréstimos no programa.

“Mar de desemprego”

Presente ao lançamento do Acreditar, o governador Ibaneis Rocha (MDB) disse que o projeto será uma ferramenta para acabar com o “mar de desemprego gerado por 10 anos perdidos nos governos passados”.

De acordo com o mandatário, hoje, o BRB proporciona um novo horizonte para o DF. “Os 10 anos da esquerda no DF foram 10 anos de insucesso. Em todas as áreas”, apontou.

Ibaneis afirmou que as empresas públicas do DF foram “destruídas” e criticou o sucateamento da Companhia Energética de Brasília (CEB) e do Metrô-DF. “Nós sabemos a dureza das decisões que precisamos tomar”, discursou o emedebista.