*
 

Em função do longo período de seca no Distrito Federal, dos baixos níveis das captações e do aumento do consumo de água por conta do calor, a Caesb suspendeu temporariamente nesta quarta-feira (11/10) o abastecimento de algumas regiões. O objetivo é preservar os níveis de reservação e evitar falta de água em maior proporção. Foram atingidas pela medida as cidades de Planaltina, Sobradinho e Vale do Amanhecer.

A Caesb solicita aos moradores que, na medida do possível, façam uso racional da água, principalmente após o retorno do abastecimento, de forma a ajudar na recuperação plena e equilibrada do sistema.

A medida surpreendeu a dona de casa Armínia Neves, 47 anos. A moradora de Planaltina reclamou da falta de aviso. “Todo mundo que está no rodízio sabe o dia que tem e o dia que não tem água. Mas a gente foi pego de surpresa. Assim não dá”, lamentou.

A companhia ressalta, ainda, ser fundamental que toda unidade usuária tenha reservatório (caixa d’água) de volume mínimo correspondente ao consumo médio diário, de acordo com o artigo 50 da Resolução da Adasa 14, de 27 de outubro de 2011, que estabelece as condições da prestação e utilização dos serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário no DF.

O Distrito Federal passa pela pior crise hídrica da história. Os  níveis dos reservatórios preocupam mais do que nunca. As chuvas não chegaram na quantidade esperada, o que vem reduzindo aceleradamente a quantidade de água disponível para o abastecimento da capital do país.

Para se ter uma ideia, em apenas nove dias — de 1º a 9/10 — houve queda de 15,3% (mais de dois pontos percentuais) no nível do Descoberto, responsável por fornecer 60% da água consumida no Distrito Federal. O índice chegou a 14,3% e, caso atinja 9%, novas medidas terão que ser tomadas, entre elas a ampliação do racionamento.

No reservatório de Santa Maria, a queda tem ocorrido de forma menos drástica (4,46% ou 1,3 ponto percentual) no mesmo período. Passou de 29,1% para 27,8%. A meta para este mês é 23%. Enquanto isso, a previsão é que o período chuvoso só se intensifique a partir da última semana do mês. Para ajudar a manter os níveis acima do estabelecido, a população precisa colaborar e reduzir ainda mais o consumo de água.

Confira quem vai ficar sem água:

Planaltina: Setor Residencial Norte, Setor de Oficinas e Indústrias, Bairro Nossa Senhora de Fátima, Vila Buritis II e Jardim Roriz.

Fechamento: 10h (11/10) – Previsão de normalização: 10h de amanhã (12/10).

Sobradinho: Quadras 01, 02 (conjuntos A3, A5, A7, A10, A12, B6, B8, B10, B12), Setor de Indústrias de Sobradinho e Vila DNOCS (Quadras 01 a 06).

Fechamento: 9h (11/10) – Previsão de abertura: 12/10 – 09h, com normalização total em 13/10 – 09h.

Vale do Amanhecer: podem ocorrer interrupções momentâneas no fornecimento de água na localidade, tendo em vista o alto volume de retirada de água da bacia hidrográfica que abastece a região.

 

 

 

COMENTE

Planaltinacrise hídricaSobradinhoRacionamento de águaVale do Amanhecer
comunicar erro à redação