Manifestantes fazem carreata em apoio à Operação Lava Jato

Carro de som que puxou a carreata tinha uma faixa criticando o procurador-geral da República: "Aras, inimigo da Lava-Jato"

atualizado 06/09/2020 13:35

carreata apoio lava jato PF brasiliaHugo Barreto/Metrópoles

Manifestantes fizeram uma carreata em apoio à Operação Lava Jato, na manhã deste domingo (6/9), na área central de Brasília. Organizado pelo movimento Vem Pra Rua, o protesto partiu do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, seguiu até o Setor de Industrias Gráficas (SIG) e terminou em frente à Procuradoria-Geral da República (PGR), na Asa Sul.

A carreata ocorre após a saída do coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, do comando do grupo. Ele alegou motivos pessoais. Além disso, durante a última semana, sete procuradores que estavam à frente de investigações em São Paulo fizeram um pedido de demissão coletiva ao procurador-geral da República, Augusto Aras.

0

Depois de tocar o Hino Nacional em frente à Polícia Federal, no Setor Policial Sul, a carreata seguiu para a PGR. O carro de som que puxou a manifestação tinha uma faixa criticando o procurador-geral da República: “Aras, inimigo da Lava-Jato”.

Em função da manifestação, a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, ficará fechada para o trânsito de carros neste domingo (6/9). Estão previstos mais dois protestos para a manhã desta segunda-feira (7/9) na área central de Brasília. Portanto, segundo a PM, a área seguirá fechada para veículos e durante todo o feriado da Independência do Brasil.

Os dois sentidos da via seguem interditados até o término dos atos, no início da noite de segunda. Pedestres e ciclistas, no entanto, podem circular pelo espaço.

A organização e fiscalização do trânsito ficam sob responsabilidade do Detran-DF e do DER-DF, e a fiscalização local fica ao cargo dos órgãos de Segurança Pública.

Mais lidas
Últimas notícias