Mãe pede ajuda para achar o filho levado pelo pai. PCDF apura

Homem foi localizado sem o menino, na Bahia. Criança deveria ser devolvida na última sexta-feira (29/12/2019), mas ainda está desaparecida

Material cedido ao MetrópolesMaterial cedido ao Metrópoles

atualizado 03/12/2019 21:04

A vida de Tatiana da Silva, 30 anos, está do avesso desde a última sexta-feira (29/11/2019), o último dia que teve notícias do filho, Bernardo, de apenas 1 ano e 11 meses. Ele foi levado pelo pai, identificado apenas como Paulo Osório, e a mãe não teve mais informações sobre o paradeiro da criança. Segundo Tatiana, o ex-marido teve em surto psicótico e não sabe onde deixou o pequeno.

De acordo com a mãe, o pai da criança pegou o menino na escola pela manhã na sexta e disse que devolveria ainda no mesmo dia, por volta das 20h. “Depois, um pouco mais tarde, ele mandou mensagem dizendo que não iria retornar e estava fugindo. Não deu mais notícias”, explica.

Logo, Tatiana procurou a polícia para registrar ocorrência. Preocupada, pois o ex-marido possui um quadro de depressão, ela não imaginava para onde Bernardo poderia ser levado.

“Ele [o ex-marido] sofreu um ataque psicótico antes de pegar meu filho. A relação sempre foi tranquila para ficar com a criança, mas acho que ele deve ter feito isso depois que entrei com um processo de pensão alimentícia”, especula.

A apreensão acabou aumentando nessa segunda-feira (02/12/2019). O pai da criança foi encontrado em Alagoinhas (BA), mas sem o menino. Para piorar a situação, ele afirma não saber onde Bernardo está.

“Parece que ele deixou com algum conhecido em Goiás, mas eu não tenho ideia de quem pode ter sido. Não conheço ninguém. Ele diz que matou o menino”, desespera-se Tatiana. “A família toda está sem chão. Cada ligação que recebo é uma agonia”, resume.

Ajuda

Procurada, a Delegacia de Repressão ao Sequestro (DRS) da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) informou que apura o caso, mas não deu detalhes sobre a investigação.

Qualquer informação sobre o paradeiro da criança pode ser informado para Tatiana pelo telefone (61) 99991-8091.

Veja fotos da criança:

Últimas notícias