Jovem mata companheiro com facada no peito e alega legítima defesa

Maurício Moreira, de 26 anos, foi encontrado morto em um apartamento do Setor Lucio Costa, no Guará, na noite dessa quinta-feira (5/8)

atualizado 06/08/2021 8:24

policiaisMichael Melo/Metrópoles

Um jovem de 26 anos foi encontrado morto, por volta das 21h dessa quinta-feira (5/8), em uma residência da QE 1, Bloco B, do Setor Lucio Costa, no Guará. A vítima, identificada como Maurício Moreira da Silva, foi esfaqueada no peito pela companheira, segundo informações preliminares da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

Inicialmente, os policiais militares haviam sido acionados para atender uma ocorrência de violência doméstica. O apartamento estava com a porta aberta e com uma pessoa ao chão, aparentemente sem vida. A mulher, de 22 anos, permaneceu no local. O Corpo de Bombeiros constatou o óbito.

Aos PMs, ela informou que o jovem era seu namorado e que os dois moravam no imóvel. Inicialmente, disse que teria ocorrido um acidente. Narrou que os dois começaram uma discussão e, após ela se trancar no quarto, a vítima teria caído sobre a faca. Posteriormente, a jovem desmentiu a versão, e afirmou que era a responsável pelo ferimento fatal.

Ela explicou que o namorado teria ido para cima dela com a faca, mas conseguiu se defender, desarmou e esfaqueou o companheiro. A mulher acabou detida em flagrante e encaminhada à 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul). Na unidade, a acusada exerceu o direito constitucional de ficar em silêncio e informou que se manifestará apenas em juízo, A perícia foi realizada na casa.

O caso será remetido à 4ª Delegacia de Polícia (Guará), que vai apurar se a versão da jovem, de legítima defesa, se sustenta.

Mais lidas
Últimas notícias