Jovem é preso após invadir chácara e ameaçar ex-namorada de morte

Em maio deste ano ele já havia sido preso em flagrante por agredir a vítima, tendo a acusado de traição

atualizado 23/07/2021 12:54

Reprodução

Em nova fase da Operação Perseguidores, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, na noite dessa quinta-feira (22/7), um homem de 22 anos (foto em destaque) por descumprimento de medidas protetivas e de perseguição contumaz contra a ex-namorada.

Segundo a investigação da 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires), o autor e a vítima mantinham o relacionamento há um ano. Em maio, ele foi preso em flagrante por agredir a namorada, sob o pretexto de que ela o havia traído.

Contudo, a vítima o perdoou e eles retomaram o relacionamento. Porém, no final de junho, o criminoso a agrediu, ameaçou e a injuriou novamente, tendo ela decidido romper o namoro e registrar uma nova ocorrência policial, sendo solicitado medidas protetivas.

Chegada na delegacia:

Inconformado com a separação e mesmo proibido de contatar a vítima, o autor, passou a enviar  diversas mensagens e vídeos, todos com conteúdo manipulador, tentando convencê-la a retomar o relacionamento. Para evitar o contato, a vítima decidiu bloqueá-lo.

Ameaças

Ao ser ignorado, o criminoso ingressou clandestinamente na chácara da família da vítima, onde ela passava o final de semana com os seus familiares, e, no período noturno, se aproximou da janela do quarto e proferiu diversas ameaças de morte a ela e aos membros de sua família.

Além dos crimes de perseguição contumaz e de descumprimento de medidas protetivas de urgência, o autor foi indiciado pelos crimes de injuria, ameaça e pela contravenção penal de vias de fato. Caso condenado, ele poderá pegar mais de seis anos de prisão.

Últimas notícias