João de Deus deixa a UTI e é transferido para quarto comum no Sírio-Libanês

Após os procedimentos necessários, médium apresentou melhora clínica, entretanto, continua em tratamento, sem previsão de alta hospitalar

atualizado 29/10/2020 13:23

Filipe Cardoso/Especial para o Metrópoles

Ex-líder religioso, e agora condenado por estupro e posse ilegal de armas, João Teixeira de Faria, o João de Deus, deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Sírio Libanês, em Brasília. O médium está internado desde sábado (24/10) e, nesta quinta-feira (29/10), foi transferido para um quarto comum.

João de Deus, 78 anos, foi admitido no hospital após necessitar de atendimento mais especializado em função do seu histórico de câncer e de problemas cardíacos. Após os procedimentos necessários, apresentou melhora clínica, entretanto, continua em tratamento, sem previsão de alta hospitalar.

Antes, o ex-líder espiritual esteve internado no Ânima Centro Hospitalar, em Anápolis (GO), cidade onde mantém residência fixa. Ele começou a sentir dores no peito e fadiga na tarde da última segunda-feira (19/10). A maior preocupação é com os problemas cardíacos do paciente.

Ao ser internado, João de Deus sentia indisposição e falta de ar. Ainda não há diagnóstico preciso e oficial sobre o quadro de saúde do médium.

0

 

Prisão domiciliar

Condenado a mais de 40 anos de prisão por crimes sexuais, João de Deus, teve a prisão domiciliar concedida no fim de março, após alegar ter sido alvo de agressão no complexo penitenciário de Aparecida de Goiânia (GO).

Além disso, os advogados do religioso disseram que, por ter idade avançada e vários problemas crônicos de saúde, ele está no grupo de risco do novo coronavírus.

Últimas notícias