Ibaneis visita obras do autódromo: “Trabalhar para receber corridas neste ano”

O primeiro passo da obra é construir uma pista teste para aprovação da Federação de Automobilismo do DF

atualizado 19/10/2021 11:48

Governador Ibaneis Rocha acompanha o início das obras no autódromo Nelson PiquetArthur Menescal/Especial Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) acompanhou, nesta terça-feira (19/10), o início das obras no Autódromo Internacional Nelson Piquet. A reforma é feita em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) e com o Banco de Brasília (BRB). A expectativa é que o espaço receba provas de automobilismo ainda neste ano.

O primeiro passo da obra é construir uma pista teste para aprovação da Federação de Automobilismo do DF. Depois será feita toda a reconstrução asfáltica do autódromo. De acordo com Ibaneis Rocha, o objetivo é receber provas internacionais.

“Vamos trabalhar de forma muito firme daqui até dezembro para que possamos receber as corridas neste ano ainda. Se não conseguirmos, ano que vem teremos prova da Stock Car e outras competições. Tenho certeza que toda comunidade ficará alegre, pois é mais um espaço de diversão para as famílias da nossa cidade. A expectativa é que o DF tenha mais um equipamento público em sua disposição”, afirma Ibaneis.

A expectativa é que a pista seja de multiuso, com espaço para caminhadas e corridas. Segundo o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, a reforma vai compensar os oito anos que o autódromo ficou parado. “Vamos reformar outras partes desse espaço aqui. Teremos pista de ciclismo, centro médico esportivo e vamos avançar nessas obras em 2022. Precisamos resolver esse tempo parado na história do autódromo. Nisso o BRB mostra que o papel do banco vai além de fornecer serviços financeiros, mas estamos juntos para ter um ganho na nossa cidade”, explica o presidente.

0
Hospital de Campanha do Autódromo

De acordo com o governador Ibaneis Rocha, as obras de revitalização não vão atrapalhar o descanso dos pacientes internados no hospital de campanha. “Temos convicção de que estamos chegando em uma fase que a pandemia está arrefecendo bastante e nós teremos condições de atender esse público em outros hospitais do Distrito Federal”, afirma.

Nesta terça-feira, 47 pacientes estão internados no Hospital de Campanha do Autódromo. Segundo o governador, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) está pensando na mobilidade desses pacientes para que não haja incômodo aos internados no local.

 

Mais lidas
Últimas notícias