metropoles.com

Ibaneis sobre a 3ª onda de Covid: “Temos de fechar algumas coisas”

Governador Ibaneis disse que lockdown no DF está descartado, mas que proibições pontuais podem acontecer, como jogos com público no Mané

atualizado

Compartilhar notícia

Arthur Menescal/Especial Metrópoles
Ibaneis Rocha fala ao público durante XLVII Congresso Nacional dos Procuradores dos Estados e do DF 7
1 de 1 Ibaneis Rocha fala ao público durante XLVII Congresso Nacional dos Procuradores dos Estados e do DF 7 - Foto: Arthur Menescal/Especial Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) reafirmou, na manhã desta quinta-feira (27/1), que não pretende publicar novos decretos com mais restrições aos brasilienses devido à pandemia de Covid-19. O chefe do Palácio do Buriti, no entanto, não descarta a adoção de medidas pontuais para evitar grandes aglomerações.

Covid: Ibaneis vetará público no Fla-Flu do Estádio Mané Garrincha

“Algumas coisas pontuais precisam ser feitas. Nós sabemos da dificuldade hoje, e temos de ter consciência de que é muito complicado, depois de mais de dois anos de pandemia, você conseguir fazer algum tipo de fechamento que a população venha a entender”, pontuou.

Como a Covid age em nosso organismo:

0

“Estamos buscando o atendimento médico da população do DF e temos de fechar algumas coisas. Se você tem um jogo de futebol com público estimado em 40 ou 50 mil pessoas, não é recomendável num momento como esse”, disse o governador.

O que Ibaneis descarta, no momento, são “fechamentos bruscos”, como os ocorridos em março de 2020. “O que a gente quer é tentar ultrapassar essa terceira onda dentro da maior normalidade possível”, continuou o chefe do Palácio do Buriti.

Sobre a nova abertura de leitos e chegada de mais doses da vacina contra a Covid-19 na capital da República, Ibaneis garantiu que o trabalho está sendo realizado constantemente.

“Trabalhamos constantemente, reunidos com os hospitais da rede privada, para abrir cada dia mais leitos, para que possamos entrar nessa sequência. Estou muito feliz, porque, nos dois últimos dias, nós tivemos uma redução de índice de transmissão, o que aponta que já estamos chegando pelo menos no pico dessa terceira onda e que haverá uma diminuição, para que a gente possa voltar à normalidade”, acrescentou.

Consórcio BrC

As declarações do emedebista aconteceram nesta manhã durante a reunião da assembleia geral dos governadores, do Consórcio Brasil Central, no Setor Bancário Norte (SBN).

O encontro começou às 9h30. O grupo é composto pelo Distrito Federal e pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Rondônia e Tocantins.

Durante a assembleia, foram discutidos os avanços das pautas do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, como a criação de um mercado comum entre os estados integrantes do bloco. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, também foi reeleito presidente do BrC.

O Fórum de Governadores do Brasil Central foi criado em 3 de julho de 2015, com o objetivo de fomentar o crescimento individual e regional, baseado na cooperação entre os chefes da administração pública.

“O Consórcio Brasil Central reúne seis estados e mais o Distrito Federal e tem como objetivo unificar compras, tentando a redução de preços, além de um objetivo muito claro também de discutir pautas que são de interesse de toda a região Centro-Oeste e alguns outros estados. A reunião teve como tônica hoje exatamente isso: fazer uma prestação de contas do primeiro período que eu estava à frente da entidade, como presidente. Ocorreu também a eleição para o próximo mandato que se inicia nesse momento. Fomos reconduzidos para continuar nesse trabalho, junto com toda a equipe técnica do BrC”, pontuou Ibaneis ao Metrópoles.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?

Notificações