Ibaneis estima que viaduto Paranoá e Itapoã seja entregue em agosto

Declaração foi dada na manhã desta quinta-feira (7/4), durante visita a uma série de obras na região do Itapoã

atualizado 07/04/2022 15:10

Ibaneis assina ordem de serviço para início das obras de construção e manutenção de calçadas com acessibilidade no Itapoã ao lado de autoridades - Metrópoles Foto: Felipe Torres/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) disse que a obra do viaduto Paranoá e Itapoã deve ficar pronta até agosto deste ano. “[A obra] está bem adiantada”, disse o chefe do Executivo local. A declaração ocorreu durante uma série de visitas às construções na região, durante a manhã desta quinta-feira (7/4).

A entrega da infraestrutura deve impactar o dia a dia de 30 mil pessoas, entre motoristas e pedestres. O início do empreendimento foi ano passado, com investimento de R$ 33,1 milhões. Ibaneis comentou, ainda, sobre a duplicação da DF-250, que tem previsão de conclusão para o fim deste ano.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Durante a agenda, o chefe do Palácio do Buriti visitou apartamentos no Itapoã Parque, uma ciclovia na Rota do Cavalo e um campo de futebol sintético que foi reformado. Na última parada, assinou a ordem de serviço para início das obras de construção e manutenção de calçadas com acessibilidade. Também anunciou que dará início à pavimentação de cinco quadras da cidade ao custo de R$ 33 milhões, mas não revelou data.

Ibaneis estima que a construção da Unidade Básica de Saúde (UBS) e da delegacia do Itapoã deve começar dentro de dois meses. “Obra de suma importância”, destaca.

Itapoã Parque

Com a primeira fase, em processo de vistoria, 2.048 apartamentos de 12 condomínios do Itapoã Parque devem ser entregues até 30 de junho deste ano. “Foram 400 vistorias feitas”, garante o governador do DF. Ainda para 2022, estão previstas mais 1.824 unidades até 31 de agosto, e mais 2.336 até 31 de dezembro.

No local, uma escola para atender duas mil crianças está na fase de construção. Ainda serão erguidas mais dois colégios, nos mesmos modelos, e uma creche.

Capitaneadas pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), a entrega da segunda fase está prevista para 2024. Ela é realizada pela empresa JC Gontijo, e parte do total ─ de R$ 1,6 bilhão ─ foi financiada pela Caixa Econômica Federal. Os apartamentos fazem parte do programa Casa Verde e Amarela, criado pelo Governo Federal.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias