Homens incendiaram carro no centro de Brasília achando que era da PCDF

Vídeo mostra suspeitos do crime. A ação teria sido uma represália de traficantes e usuários de drogas da região contra a Polícia Civil

Divulgação/CBMDFDivulgação/CBMDF

atualizado 18/06/2018 17:23

Investigadores da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) tiveram acesso a imagens registradas por uma câmera de segurança que mostram suspeitos comprando gasolina para incendiar um carro próximo à Torre de TV, em 4 de junho. A ação teria sido uma represália de traficantes e usuários de drogas da região contra os policiais. O grupo achava tratar-se de uma viatura descaracterizada. No entanto, o automóvel era particular.

De acordo com informações apuradas pelo Metrópoles, poucos minutos antes de o veículo ser queimado, três homens compraram galões de gasolina em um posto de combustível próximo ao local do crime.

As imagens mostram os suspeitos: um deles usava boné e estava enrolado em um cobertor; o segundo trajava moletom cinza e o terceiro vestia bermuda e camisa pretas.

 

De acordo com as investigações, dois suspeitos flagrados nas gravações seriam responsáveis por movimentar o mercado de tráfico e uso de drogas na região do Setor Hoteleiro.

O carro avaliado em R$ 25 mil pertencia a um oficial do Exército e teria sido confundido com um modelo semelhante, usado por policiais em serviços velados.

 

A represália dos criminosos teria ocorrido após uma série de ações da PCDF para reduzir a venda e o consumo de drogas na área central de Brasília.

A 5ª DP abriu inquérito para investigar o caso e tenta localizar os dois homens que aparecem nas imagens.

Últimas notícias