Adolescente de 16 anos abre fogo e acerta três pessoas no DF. Duas morreram

Segundo delegado da Polícia Civil, o alvo era um desafeto e a motivação seria guerra entre gangues

atualizado 11/10/2020 15:33

PCDF comprará 5 mil pistolas autríacas Glock por R$ 9 milhõesiStock

Duas pessoas morreram e uma ficou ferida após um adolescente de 16 anos abrir fogo, na madrugada deste domingo (11/10), no Setor de Mansões de Sobradinho II. Segundo a Polícia Civil, um jovem de 17 anos e uma adolescente de 14 anos não resistiram aos ferimentos.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado e conseguiu levar as vítimas ainda com vida para o Hospital Regional de Sobradinho, mas duas delas morreram, ainda de acordo com a PM. O jovem que morreu levou um tiro na cabeça. Um terceiro baleado, de 18 anos, segue internado, mas o estado de saúde não foi informado.

Aos 16 anos, o principal suspeito tem várias passagens pela polícia, incluindo um homicídio praticado em maio deste ano. Nas redes sociais, ele costuma posar armado e gosta de “brincar” de apontar a arma engatilhada para assustar os amigos, conforme mostram imagens obtidas pelo Metrópoles, mas que não podem ser divulgadas porque ferem dispositivos de proteção estabelecidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A motivação, conforme informou o delegado da 35ª DP, Ataliba Neto, seria uma guerra entre gangues de moradores da AR 19, onde reside o suspeito, com os do Condomínio Versalles, onde morava uma das vítimas.

Segundo Ataliba, a intenção do autor era matar seu desafeto e as outras vítimas acabaram baleadas como “dano colateral”.

Mais lidas
Últimas notícias