Homem arranca pedaço do nariz de companheira ao tentar matá-la no DF

O agressor foi preso em flagrante por policiais da 23ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Sul) e indiciado por tentativa de feminicídio

Hugo Barreto/Metrópoles/Foto IlustrativaHugo Barreto/Metrópoles/Foto Ilustrativa

atualizado 25/06/2018 16:39

Um pedreiro tentou matar a companheira a facadas, em Ceilândia. Parte do nariz da vítima foi arrancado com a lâmina. A mulher também sofreu cortes profundos no pescoço e na nuca, mas conseguiu escapar. O agressor foi preso em flagrante por policiais da 23ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Sul) e indiciado por tentativa de feminicídio.

Em depoimento na delegacia, Sandra*, 24 anos, contou que morava com Washyngton Vieira de Andrade, 54, há cerca de dois anos e sempre foi espancada e ofendida pelo pedreiro. No entanto, quando chegou em casa no sábado (23/6), o suspeito se recusou a abrir o portão da residência e ela resolveu pular o muro. Quando entrou no local, foi recebida a facadas.

Bastante ferida e com o rosto desfigurado, a mulher conseguiu fugir e se esconder na casa da mãe. Em seguida, registrou a ocorrência. Após ouvir os relatos, os investigadores foram até ao local do crime.

Após ouvir os pedidos dos investigadores para abrir o portão, Washyngton se recusou a permitir a entrada e, então, o recinto foi arrombado. Ele precisou ser algemado e imobilizado.

Reprodução/PCDF

 

Durante o interrogatório na delegacia, Washyngton xingou a companheira, mas preferiu ficar em silêncio no momento de confirmar as agressões e explicar o motivo do ataque contra a mulher.

Últimas notícias