Guará: edital para PPP do Cave sai em 60 dias, afirma secretaria

O documento escolherá responsável pela administração e exploração do estádio, ginásio e clube de vizinhança da região administrativa

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 21/08/2019 22:27

A Secretaria de Projetos Especiais planeja lançar em 60 dias o edital para a parceria público-privada (PPP) do Centro Administrativo Vivencial e Esporte (Cave), agora chamado de Complexo Esportivo e de Lazer do Guará. Esse seria o tempo necessário para concluir a análise dos estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica para revitalização e operação do empreendimento e realizar audiência pública sobre o tema, segundo o titular da pasta, Everardo Gueiros.

A comissão técnica que será responsável por verificar o projeto técnico apresentado em 2017, após procedimento de manifestação de interesse (PMI), foi instituída por meio da Portaria nº 1, de 19 de agosto de 2019, publicada na edição desta quarta-feira (21/08/2019) do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). O grupo terá 30 dias para apresentar conclusões.

A PPP visa à administração e exploração do Estádio Antônio Otoni Filho, do Ginásio Esportivo e do Clube de Vizinhança do Parque do Guará. A vencedora do processo de seleção terá que recuperar a arena, que não passou por reforma em governos anteriores, de acordo com a atual gestão.

Reprodução/DODF

Prevista no projeto inicial, a concessão do Kartódromo Ayrton Senna ficará para depois. A secretaria avalia se essa parceria não pode prejudicar outras consideradas mais importantes, como a do Autódromo Internacional de Brasília e a da Transbrasília, conhecida também como Avenida das Cidades. 

“Há intercessão com outros projetos maiores, então estamos aguardando. Nem sabemos se vamos levar adiante, porque não sabemos como atinge a Avenida das Cidades e Autódromo”, assinalou Gueiros.

Últimas notícias