GDF reserva dinheiro para redução do interstício de 4 mil PMs

Segundo o líder do governo na CLDF, foram alocados R$ 9 milhões para 2021 e R$ 32 milhões anuais para os próximos anos

atualizado 18/06/2021 14:15

PMsHugo Barreto/Metrópoles

A nova redução de interstício da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) avançou mais um passo. Na sexta-feira (18/6), durante a posse do deputado distrital Guarda Jânio (Pros), na Câmara Legislativa (CLDF), o líder do governo na Casa, Hermeto (MDB), afirmou que o governador Ibaneis Rocha (MDB) reservou o dinheiro para as promoções

“O governador alocou os recursos, caso não haja nenhum impedimento jurídico, para a redução do interstício”, assinalou. Segundo Hermeto, foram reservados R$ 9 milhões para as promoções de 2021. E, nos anos seguintes, o orçamento da PMDF terá o reforço anual de R$ 32 milhões a fim de assegurar os pagamentos.

A princípio, a diminuição vai contemplar 4 mil policiais militares. O Metrópoles confirmou a informação com membros da cúpula do Palácio do Buriti. “Em 2019, nós promovemos mais de 5 mil policiais, em abril e dezembro. E veio a pandemia, em 2020. Nós tivemos dificuldades orçamentárias”, comentou Hermeto.

Atualmente, o Comando da PMDF e a CLDF analisam Lei Complementar nº 173, de 2020, atualizada pela Lei Complementar nº 178, de 2021. O objetivo é definir se a legislação proíbe ou não a redução do interstício. Caso seja possível, o GDF planeja diminuir o interstício em agosto.

Durante a posse, Guarda Jânio e o deputado distrital Roosevelt Vilela (PSB) também defenderam a redução do interstício. “Diminuição do interstício não é aumento salarial. É uma promoção“, destacou o novo parlamentar. Em resumo, o interstício é o tempo necessário para um militar ser promovido.

Roosevelt afirmou que também reservou R$ 9 milhões de emendas parlamentares para o pagamento da redução de interstício. O parlamentar demonstrou preocupação com a precarização dos serviços de saúde para a PMDF.

Últimas notícias