Furto de cabos de energia deixa comercial da 410 Sul às escuras

A Companhia Elétrica de Brasília (CEB) foi até a região após o primeiro furto e reparou os danos. Novos cabos foram levados no dia seguinte

Imagem ilustrativaImagem ilustrativa

atualizado 28/05/2019 16:21

Os comerciantes da 410 Sul começaram a manhã desta terça-feira (28/05/2019) no escuro. De acordo com a Companhia Elétrica de Brasília (CEB), criminosos levaram 150 m de cabos elétricos da região, deixando 80 unidades sem energia. Essa, porém, é a segunda vez que o problema ocorre na mesma semana.

A companhia informa que, no domingo (26/05/2019), ladrões levaram 420 m de fios da quadra. A CEB foi até o local no mesmo dia e reparou o problema. Não houve falta de energia para os clientes. No entanto, os danos do furto desta terça ainda não foram reparados. “Nossas equipes de manutenção foram acionadas para recuperar os cabos e já estão atuando no local para restabelecer a energia aos consumidores afetados.”

A comerciante Michelle Gentil conta que a maioria dos estabelecimentos da quadra está às escuras. Ela é uma das sócias da cafeteria Gentil Café, localizada no Bloco B. “Todo mundo ficou sem luz. O pessoal da CEB nos informou que demora um tempo até resolver o problema”. Enquanto isso, a cozinha do espaço está parada. Até a última atualização deste texto, a energia elétrica dos Blocos A e B ainda não havia sido normalizada.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou que recebeu uma denúncia durante a noite, mas, ao chegar no local, não encontrou os autores do crime. Não há registros de boletins de ocorrência no sistema Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Segundo Michelle, não é a primeira vez que problemas como esse ocorrem na região. “A quadra está bastante insegura. No ano passado, durante a obra do nosso café, foram roubados todos os cabos de energia. A gente teve um prejuízo de R$ 5 mil”, ressalta. Ela conta que um vizinho, também comerciante, passou pela mesma situação durante reformas.

Diante disso, lojistas da área se mobilizaram para tentar colocar um gerador de energia na quadra enquanto a situação não é normalizada. “É um prejuízo enorme para nós. Os próprios empresários têm que arcar com esse custo”, desabafa Anna Paula Ramalho, dona do Espaço Criativo Fashion Teen, também localizado no Bloco B.

Anna Paula ressalta que tentou ligar na estação da CEB diversas vezes durante a manhã desta terça-feira (28/05/2019), mas sem sucesso. “Eles sempre falam que não têm previsão de quando a energia vai voltar. Estou com a loja aberta, mas tentando buscar uma solução para o problema”, garante.

Últimas notícias