Em áudio, autor de assassinato no DF fez ameaças: “Esses caras tão mortos”

Homem de 25 anos foi preso pela PCDF poucas horas após tirar a vida de rival em Planaltina

atualizado 22/01/2021 17:33

Material cedido ao Metrópoles

O homem de 25 anos suspeito de matar um desafeto em Planaltina no fim da tarde dessa quinta-feira (21/1) foi preso pela 16ª DP menos de seis horas após o ocorrido. Ele confessou ser o autor do crime que vitimou Paulo Matheus Araujo Elias da Silva, 26.

Após inicialmente negar participação no homicídio, ele acabou confessando ter disparado os tiros por causa de um rixa antiga. Segundo ele, a vítima teria tentado matá-lo no começo do ano.

Em áudio obtido pelo Metrópoles, é possível ouvir a ameaça que o autor faz a Paulo Matheus. “A partir da meia-noite do dia de hoje, se esses caras estiverem pisando em Planaltina, esses caras tá morto, tá pego [sic]. Aí você pode fazer com esse áudio o que você quiser, transfere para ele, faz a p*** toda”, disse.

Após confirmar a prisão do autor, o delegado-chefe da 16ª DP, Diogo Cavalcante, disse que as investigações continuam. “Vamos tentar identificar se houve a participação de outra pessoa no delito”, explica.

0
O crime

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) encontrou Paulo Matheus Araujo Elias da Silva com diversas marcas de tiros na região do tórax, da cabeça e dos membros superiores.

O crime ocorreu nas imediações da DF-128, Chácara 11A, próximo ao posto de combustível Lazarte.

Os bombeiros atenderam a ocorrência por volta das 17h30 desta quinta-feira (21/1), com oito militares e dois veículos. As equipes encontraram a vítima caída dentro do lote onde morava, junto ao portão de entrada.

Últimas notícias