Rollemberg vence em apenas três das 19 zonas eleitorais do DF

Neste segundo turno, o socialista superou o adversário, Ibaneis Rocha (MDB), somente na Asa Norte, na Asa Sul e no Cruzeiro

MIchael Melo/MetrópolesMIchael Melo/Metrópoles

atualizado 28/10/2018 20:28

Derrotado neste domingo (28/10) por uma ampla margem de votos, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) conseguiu superar o adversário, Ibaneis Rocha (MDB), em apenas três zonas eleitorais: Asa Norte, Asa Sul e Cruzeiro. Ao se verificar o mapa do Distrito Federal dividido em 19 regiões pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF), é possível ver que o desempenho do socialista foi ruim em todas as áreas distantes do Plano Piloto.

No centro de Brasília, o gestor obteve sua melhor performance. Na Asa Norte, conseguiu 61,13% dos votos válidos, e na Asa Sul, 59,58%, enquanto o emedebista recebeu 38,87% e 40,42%, respectivamente. No Cruzeiro, o resultado foi apertado a favor do governador: 50,71% a 49,29%.

No placar geral, somado todo o DF, Ibaneis venceu por 69,79% dos votos válidos, contra 30,21% de Rollemberg. Esse resultado se manifestou em 16 zonas eleitorais, nas quais o advogado ganhou com grande diferença.

A maior disparidade entre os dois se deu no Recanto das Emas, onde o advogado recebeu 84,36% dos sufrágios da população, enquanto o governador, 15,64%. Outras zonas nas quais Ibaneis superou a casa dos 80% foram: Santa Maria (82,37%) e Gama/Setor Central (81,17%).

Últimas notícias