Aplicativo disponibiliza mais de 130 mil arquivos para professores e alunos

A ferramenta, eduCAPES, também permite o envio de materiais, como teses e dissertações. Todos os arquivos disponíveis são gratuitos

atualizado 27/10/2020 17:54

O aplicativo eduCAPES, plataforma da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), disponibiliza, de forma gratuita, cerca de 130 mil objetos de aprendizagem para professores e estudantes acessarem. A ferramenta é uma extensão do portal Educapes, lançado em 2016, com a oferta de materiais de pesquisa e ensino sob domínio público da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

O eduCAPES engloba no acervo milhares de conteúdos como textos, livros didáticos, artigos de pesquisa, teses, dissertações, videoaulas, áudios, imagens, entre outros temas. A Capes mantém parceria com várias instituições de ensino, o que torna o acervo múltiplo.

Pelo eduCAPES, um professor pode, por exemplo, apresentar aos alunos a vida de Stephen Hawking, físico britânico autor da Teoria de Tudo — que busca explicar todos os fenômenos físicos em um único tratado teórico matemático.

Também é possível um pesquisador estudar as peculiaridades da adaptação de um livro impresso. Segundo a coordenação, o acesso a esses tipos de conteúdos tem aumentado nos últimos tempos. “O eduCAPES é um recorte da própria internet, com ênfase na educação. É um mundo de possibilidades, o acesso a centenas de milhares de materiais na palma da mão”, observa Alexandre Martins, coordenador de Ensino e Tecnologia de Ensino a Distância da Capes.

Como fazer uma pesquisa?

Para fazer uma busca no portal eduCAPES é bem simples. Basta escrever uma palavra-chave na barra de pesquisa e verificar o resultado da busca. A ferramenta também disponibiliza uma variedade de filtros que facilitam a pesquisa.  É possível estabelecer um período de ano de publicação de uma obra, escolher o tipo de material (eduCapes, comunidade, externo, cursos) e selecionar um tipo de mídia (vídeos, textos, artigos, etc). O aplicativo pode ser baixado na Play Store e App Store.

Últimas notícias