Durante chuva, galhos de árvores quebram vidraças no Buriti e na Asa Norte

Fotos mostram ação do temporal na sede do Executivo distrital. Segundo os bombeiros, a chuva não deixou vítimas

atualizado 26/01/2021 22:54

cortinas quebradas no palácio do buritiMaterial cedido ao Metrópoles

A chuva que castigou o Distrito Federal na tarde desta terça-feira (26/1) não perdoou a sede do Executivo distrital. A forte ventania que veio com o temporal fez galhos de árvores quebrarem vidraças e persianas no Palácio do Buriti.

Fotos tiradas por servidores nos ambientes internos do local mostram o estrago, com estilhaços nas mesas, cadeiras derrubadas e escombros.

Vejas as imagens:

0

Na Asa Norte, o estrago também foi grande. Na quadra 308, árvores caídas atingiram os prédios ao lado. O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) registrou 30 ocorrências por queda de árvores em vários pontos da cidade.

Veja o estrago em prédio na 308 Norte:

0

Até a última atualização desta matéria, não houve ocorrência envolvendo vítimas e durante a noite os bombeiros priorizaram a liberação de vias. Além dos transtornos no trânsito, a chuva causou também queda de energia em várias regiões.

Segundo relatos de internautas, foram registrados apagões na Asa Norte, Park Way, Vicente Pires, Sobradinho e Águas Claras. A Companhia Energética de Brasília (CEB) somou, até às 19h42, 435 chamados por falta de energia em todo o DF.

No Park Sul, a chuva derrubou uma árvore no telhado de um empório, danificando salão de festas e quadras. Segundo uma internauta contou à reportagem, ao passar pelo Eixo Monumental, ela viu cerca de 40 árvores caídas ao longo da via.

“Depois do Palácio do Buriti, vi uma fila de árvores caídas. Parece uma coisa sobrenatural, eram muitas com as raízes pra fora”, espantou-se.

Veja imagens: 

0

No Setor Habitacional Lúcio Costa, no Guará, o vento foi tão forte que arrancou as pastilhas de alguns prédios na Quadra 1. Na EPTG, motoristas relataram chuva de granizo. O mesmo ocorreu no Sudoeste e na Octognal, onde moradores encontraram pedrinhas de gelo nas varandas.

Para evitar danos, muitos condôminos tentaram abrigar os veículos em locais cobertos. Já na Asa Norte, blocos residenciais ficaram parcialmente alagados. Em Sobradinho, uma foto enviada por uma leitora impressiona pela quantidade de pedras de gelo cobrindo o asfalto.

Na Quadra 300 do Sudoeste, uma árvore caiu sobre alguns veículos. Até a última atualização deste texto, os bombeiros não tinham informado a extensão do dano.

Veja outras imagens: 

0

Últimas notícias