Dupla que espancou homem até a morte é condenada no DF

O crime aconteceu em 2020, atrás de uma parada de ônibus do Gama. Júlio Cesar Nascimento foi brutalmente agredido pelos condenados

atualizado 18/05/2022 17:38

Prédio com placa e árvore ao ladoRafaela Felicciano/Metrópoles

A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri do Gama conseguiu, nesta quarta-feira (18/5), a condenação de Fernando Serafim de Aquino Soares e Wellington de Carvalho Borges pelo homicídio de Júlio César Nascimento, em 2020. As penas foram fixadas em 16 anos e 4 meses de prisão para ambos.

Os jurados aceitaram as qualificadoras apresentadas pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) como emprego de meio cruel. A vítima foi agredida até a morte e teve o rosto desfigurado pelos socos, chutes e pauladas.

Além disso, a agressão foi praticada mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, pois os condenados estavam em maior número do que Júlio César. Quanto ao terceiro acusado, Ruan, os jurados reconheceram que ele também foi um dos autores do crime, no entanto o absolveram.

Relembre o caso

O crime aconteceu em 18 de novembro de 2020, atrás de uma parada de ônibus do Gama. Júlio César estava no local, quando foi brutal e violentamente agredido com chutes, socos e pauladas na cabeça. A vítima morreu devido à gravidade dos ferimentos.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente

Mais lidas
Últimas notícias