Lançamento de campanha na CLDF é marcado por nomes de ativistas mortos

Nas cadeiras, constavam referências a ativistas assassinados, como Dorothy Stang, Chico Mendes e Marielle Franco

Alexandre A Bastos/ CLDFAlexandre A Bastos/ CLDF

atualizado 25/02/2019 22:42

O lançamento da campanha Direitos Humanos por Inteiro, nesta segunda-feira (25/2), na Câmara Legislativa, foi marcada por homenagem a ativistas mortos. Nas cadeiras das salas das comissões, no térreo da CLDF, foram colocadas placas com os nomes de pessoas que lutaram por causas sociais e acabaram assassinadas. Entre os nomes lembrados estavam os de Dorothy Stang, Honestino Guimarães, Dandara dos Santos e Marielle Franco.

Convocada pelo deputado Fábio Felix (PSol), a solenidade contou com a presença de deputados federais. Entre eles, Marcelo Freixo (PSol-RJ) e Erika Kokay (PT), além de representantes dos governos local e federal e de entidades de defesa dos direitos humanos.

Placas alusivas à data de assassinato de defensores dos direitos humanos foram colocadas em todas as cadeiras do auditório. “Obviamente, não podemos falar de direitos humanos sem lembrar a luta de tanta gente que foi assassinada por defender a justiça social”, destacou o presidente da Comissão de Direitos Humanos, Fábio Felix. Além de Felix, dos membros que compõem a comissão, apenas Leandro Grass (Rede) compareceu ao evento.

Marcelo Freixo aproveitou para criticar a atual política do país. Segundo o parlamentar fluminense, apenas 4% dos crimes são solucionados no Brasil, e a maioria dos detentos foi presa em flagrante. “Por que os crimes não são resolvidos no país? Porque é mais fácil vigiar aqueles que não queremos por perto. Por isso as cadeias estão cheias de pobres, negros e jovens de comunidades. Os demais crimes ficam impunes”, defendeu o deputado.

Ao final do lançamento, Fábio Felix anunciou um dia de atividades em homenagem a um ano da morte da ex-vereadora Marielle Franco – ocorrido no dia 14 de março. As ações se iniciarão com uma caminhada saindo do Conic. Haverá ainda lançamento de um livro com teses da política e ativista carioca, às 17h, e sessão solene às 19h, na Câmara Legislativa.

Últimas notícias