DF vacinará idosos de 69 a 71 anos a partir das 13h desta segunda

A Secretaria de Saúde prevê a imunização de 42.924 pessoas que têm entre 69 a 71 anos de idade a partir de 22 de março

atualizado 20/03/2021 22:15

Primeiro dia de vacinação para idosos a partir de 72 e 73 anosHugo Barreto/Metrópoles

Os idosos com 69, 70 e 71 anos de idade começarão a ser vacinados contra a Covid-19 a partir das 13h de segunda-feira (22/3). Há 47 pontos de vacinação espalhados pelo Distrito Federal.

Segundo a Secretaria de Saúde, 42.924 pessoas dessa faixa etária serão contempladas com a imunização. O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, pediu calma para a população. De acordo com o gestor, há doses suficientes para atender todos os integrantes desse novo grupo prioritário.

“Não é preciso ter pressa. Os pontos de vacinação agora abrem também aos finais de semana e irão atender o grupo em qualquer dia a partir desta segunda”, disse. No domingo (21/3), os pontos de vacinação abrirão das 9h às 15h para os outros públicos. Durante a semana, os locais atendem das 8h às 17h nas salas de vacina e a partir das 9h nos drive-thrus.

Não é necessário agendar a vacinação para os idosos, segundo a Secretaria de Saúde. Na próxima semana, os profissionais de saúde que atuam em diversas áreas da rede privada também começarão a ser imunizados.

Estão incluídos os trabalhadores de consultórios, clínicas, laboratórios, farmácias, funerárias e no Instituto Médico Legal. Serão levados em conta, nesta primeira etapa, os profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, médicos veterinários e seus respectivos técnicos).

A ampliação da vacinação ocorreu após o DF receber, neste sábado (20/3), 48.250 mil doses de vacina. Do total, 48 mil são Coronavac e 250, Covishield.

Nova diretriz

Neste sábado, o Ministério da Saúde anunciou a distribuição de 5 milhões de novas doses de vacinas contra a Covid-19. A pasta informou que, a partir de agora, os lotes deverão ser usados nas primeiras doses. Portanto, não será necessário guardar metade dos imunizantes para a segunda aplicação.

Essa é uma nova diretriz do Ministério da Saúde. No início da campanha, de acordo com o Programa Nacional de Imunizações (PNI), estados e municípios tinham de reservar 50% das vacinas encaminhadas pela pasta para a segunda dose.

Mais lidas
Últimas notícias