DF: traficante vendia drogas gourmet para clientes da alta roda

Equipe da Cord, da Polícia Civil do DF, prendeu acusado de comercializar entorpecentes que chegam a custar R$ 120, o grama

ReproduçãoReprodução

atualizado 23/11/2018 11:14

Investigadores da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) da Polícia Civil identificaram um traficante especializado na venda das chamadas drogas gourmet, produtos de alto custo. Após duas semanas de diligências, as equipes prenderam Carlos Henrique de Souza Rabelo, 28 anos, no momento em que o suspeito fazia a venda de porções de haxixe e uma espécie de ecstasy chamado de “cristal”.

Após a prisão, os policiais foram até a casa do traficante e encontraram entorpecentes avaliados em R$ 8 mil. No local, em um condomínio no Colorado, próximo a Sobradinho, as equipes da Cord apreenderam porções de haxixe marroquino, óleo de maconha, outras drogas gourmet e uma máquina para fazer embalagem a vácuo.

De acordo com o diretor da Cord, delegado Luiz Henrique Sampaio, o acusado já havia sido preso pela especializada em 2017 com cinco quilos de haxixe. “Ele costumava entregar as drogas a clientes, normalmente traficantes varejistas, nas proximidades de sua residência. São entorpecentes comprados por usuários de alto poder aquisitivo. Um grama dessas substâncias chega a custar R$ 120”, explicou o policial.

Últimas notícias