DF tem 738 novos casos de Covid-19. São 133.904 infectados e 1.942 mortos

Segundo o secretário de Saúde, Francisco Araújo, o Distrito Federal está no efeito platô, ou seja, a fase mais crítica da pandemia

atualizado 15/08/2020 13:06

Teste para Covid-19HUGO BARRETO/METRÓPOLES

O Distrito Federal registrou, neste sábado (15/8), seis novas mortes em decorrência da Covid-19. Com as recentes confirmações, o número de óbitos desde o início da pandemia chega a 1.942, sendo 1.770 de moradores do DF e 171 de pacientes que residiam em outras unidades da Federação e estavam em tratamento na rede de saúde brasiliense.

Nas últimas 24 horas, 738 pessoas foram diagnosticadas com Covid-19. Assim, o número de infectados desde o início da pandemia sobe para 133.904.

Os falecimentos que entraram para a estatística oficial na noite de sexta-feira (14/8), de acordo com a Secretaria de Saúde, são de moradores de Ceilândia, Cruzeiro, Gama, Planaltina, Plano Piloto, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga.

Também foram notificadas as mortes de um paciente que residia na Bahia e de três moradores de cidades goianas do Entorno, sendo dois do Nova Gama e um de Valparaíso.

 

 

0

 

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Francisco Araújo Filho, disse que “estamos na fase crítica da pandemia”. Segundo o gestor afirmou em vídeo publicado nas redes sociais nessa quinta-feira (13/8), a capital do país enfrenta o período classificado por especialistas como platô. É a primeira vez que o chefe da pasta confirma o fenômeno na cidade.

Últimas notícias