DF chegou ao platô, “fase crítica da pandemia”, diz secretário de Saúde

Francisco Araújo afirmou que a população precisa seguir recomendações para frear a propagação do vírus. Número de óbitos está em 1.890

atualizado 13/08/2020 20:26

Secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo André Borges/Esp. Metrópoles

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Francisco Araújo Filho, disse que “estamos na fase crítica da pandemia”. Segundo o gestor afirmou em vídeo publicado nas redes sociais nesta quinta-feira (13/8), a capital do país enfrenta o período classificado por especialistas como platô. É a primeira vez que o chefe da pasta confirma o fenômeno na cidade.

O platô acontece quando o número de casos e de óbitos de uma epidemia se estabiliza no ponto mais alto. A capital federal notificou, até o início da tarde desta quinta, 1.890 mortes em decorrência do novo coronavírus.

Por dois dias seguidos, na terça (11/8) e nessa quarta-feira (12/8), houve recorde diário do registro de vítimas do novo vírus. Nem todos os óbitos, contudo, ocorreram nos mesmos dias em que entraram para a estatística.

O secretário alertou para a necessidade de cumprimento das recomendações nos próximos meses a fim de frear a propagação do vírus.

“É fundamental que a população, agora, comece a fazer, mais ainda, a sua parte, com uso de álcool em gel, da máscara e distanciamento social, para que, com isso, você proteja o bem maior que você tem, que é a sua vida e a vida do próximo também”, pontuou.

Confira o vídeo:

Infectados

Entre os 129.611 infectados contabilizados desde o início da pandemia até a tarde desta quinta-feira, 110.617 se recuperaram, de acordo com o Painel Covid-19, um portal do Governo do Distrito Federal (GDF).

Isso significa que a taxa de recuperação dos infectados pelo coronavírus no DF é 85,3%.

0

 

 

Últimas notícias