metropoles.com

DF tem 13,8 mil crianças à espera de uma vaga em creches públicas

Segundo a Secretaria de Educação, 24.710 crianças estão matriculadas em creches da rede pública. Pasta pretende chamar mais 5 mil

atualizado

Compartilhar notícia

Hugo Barreto/Metrópoles
Creche na região de Vila Buritis, em Planaltina, onde um bebê de 6 meses morreu
1 de 1 Creche na região de Vila Buritis, em Planaltina, onde um bebê de 6 meses morreu - Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

No Distrito Federal, 13.862 crianças estão na fila à espera por uma vaga nas creches da rede pública. O número é um pouco maior do que o registrado em 2022, quando havia cerca de 12 mil pessoas na fila.

Os dados são da Secretaria de Educação do DF (SEE-DF). De acordo com a pasta, a maior demanda reprimida é de crianças com idade para frequentar o Berçário II, ou seja, de 1 a 2 anos.

Fila de crianças por vagas em creches passa de 7 mil para 12 mil no DF

Em seguida, aparece o Maternal II, com 4,1 mil alunos à espera de uma vaga. Veja a distribuição completa da fila:

  • Berçário I: 613
  • Berçário II: 5.180
  • Maternal I: 3.911
  • Maternal II: 4.158

O presidente da Associação de Pais e Alunos do DF (Aspa-DF), Alexandre Veloso, comenta que o problema de vagas em creches é antigo, mas ressalta que muitos pais e responsáveis obtiveram decisões judiciais a fim de garantir uma vaga nas instituições.

“Estamos com uma demanda muito grande em relação às creches. Muitos pais entraram com pedido de ajuda, e a gente judicializou muitas ações. Depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que é obrigação do Estado garantir vagas para crianças de até 5 anos, é isso que estamos exigindo na Justiça”, afirma.

Alexandre explica que a Aspa trabalha em parceria com a Defensoria Pública do DF (DPDF). “Este ano, todos que procuraram a associação conseguiram uma decisão favorável. Claro que, depois da decisão, é preciso que ela seja cumprida, mas só a decisão já é uma vitória”. Segundo ele, há famílias que esperam anos por uma vaga.

STF: Estado é obrigado a assegurar creches para crianças de 0 a 5 anos

Alexandre ressalta que é preciso priorizar a construção de novas creches no DF. “É inadmissível as pessoas esperarem dois, três anos para colocarem os filhos em uma creche. Quem não consegue vaga na rede pública acaba indo para a rede clandestina, o que é perigoso para a criança”, alerta.

Matrícula

Procurada, a Secretaria de Educação esclareceu que, atualmente, há 24.710 crianças matriculadas em creches da rede pública. A pasta informa, ainda, que pactuou 30.404 vagas com as instituições parceiras e ainda serão chamados 5.694 alunos.

A secretaria tem convênio com 123 entidades filantrópicas, confessionais e sem fins lucrativos, sendo 64 delas com atendimento em prédio próprio, além de 59 Centros de Ensino de Primeira Infância (CEPIs).

A inscrição para uma vaga na rede pública deve ser feita pelo responsável por meio da Central Única de Atendimento Telefônico (156), de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h.

Na inscrição, o responsável deverá indicar a região para a qual deseja pleitear a vaga, sendo permitida a inscrição para uma única localidade.

Compartilhar notícia