DF: metade dos passageiros passa mais de uma hora em ônibus

Pesquisa que será divulgada pelo Ministério Público mostra que usuários consideram "péssima" a lotação dos coletivos

atualizado 21/11/2019 12:21

Myke Sena/Especial para o Metrópoles

Metade dos usuários de transporte público do DF demora mais de uma hora para chegar ao destino. É o que mostra o primeiro relatório trimestral do projeto Como anda meu ônibus, que será apresentado pela Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep) e pelo Instituto de Fiscalização e Controle (IFC) nesta quinta-feira (21/11/2019), às 17h30, na Sala de Retratos do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT).

Ao todo, 2 mil pessoas participaram da pesquisa. Cerca de 70% dos usuários avaliaram como “péssima” a lotação dos ônibus. Até agosto de 2020, a população do DF poderá dizer o que acha do serviço de transporte público rodoviário da capital.

O projeto de auditoria cívica do transporte público rodoviário teve início em agosto deste ano. O objetivo é fomentar o controle social e subsidiar as políticas públicas do setor. Nesse período, a população pode avaliar o serviço de ônibus da cidade por meio de formulário eletrônico. Para acessá-lo, clique aqui.

A cada três meses, será divulgado um relatório com a percepção dos usuários sobre a qualidade do serviço. O documento também será apresentado à Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob).

Durante o evento, a procuradora-geral de Justiça do DF e Territórios, Fabiana Barreto, assinará a portaria que formaliza o Como anda meu ônibus como projeto institucional do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT).

Com informações do MPDFT

Últimas notícias