DF: esfaqueado se recusa a depor e diz que “vai resolver sozinho”

Vítima se negou a dar mais informações à Polícia Civil do Distrito Federal sobre crime. O caso é investigado pela 6ª DP (Paranoá)

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 14/12/2019 23:12

Um homem de 32 anos ficou ferido após ser esfaqueado e atropelado na madrugada deste sábado (14/12/2019), na Quadra 18, Conjunto 14 do Paranoá. O caso é investigado pela 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá).

De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), a vítima chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) e encaminhada ao Hospital Regional do Paranoá (HRPA).

Aos policiais, o homem disse que estava embriagado no momento do crime e “se negou a dar informações sobre o ocorrido, tendo dito que resolveria o problema sozinho”. A companheira dele também não explicou o fato aos agentes. No entanto, os levou ao local do crime.

Uma testemunha informou à corporação a placa do veículo utilizado no crime. Os investigadores já sabem quem é o proprietário do carro. Ele não havia sido preso até a última atualização desta reportagem. O caso está registrado como tentativa de homicídio.

Últimas notícias