DF: bombeiro foi morto por assaltante em frente à filha de 3 anos

O delegado-adjunto da 26ª DP, Rodrigo Carbone, confirmou a prisão de um homem, por latrocínio, horas após o crime

atualizado 23/05/2021 16:19

Divulgação/PCDF

O bombeiro militar vítima de latrocínio (roubo seguido por morte), na noite de sábado (22/5), em Samambaia, foi morto a facadas em frente à filha de apenas 3 anos.

De acordo com o delegado-adjunto da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia), Rodrigo Carbone, a vítima estava com a filha e a esposa, quando foi deixar a sobrinha em um ponto de ônibus próximo à estação Furnas do Metrô-DF.

Logo após serem acionados para a investigação, agentes da 26ª DP deflagraram a Operação Karma e conseguiram prender o homem acusado de cometer o crime. Com ele, foi encontrada a arma de fogo subtraída da vítima e que havia sido escondida em um colchão localizado em um terreno baldio. Na arma do militar que estava com o autor, foi constatada a presença de sangue.

Segundo Carbone, o autor surpreendeu o militar com diversos golpes de faca, conseguiu tomar a arma de fogo dele e, com o objeto da própria vítima, ainda desferiu disparos contra o bombeiro.

O criminoso também acabou alvejado durante a ação.

“Em seguida, o autor fugiu, porém foi localizado e preso pela equipe de investigação da 26ª DP, logo após o cometimento do crime”, pontuou o delegado.

O crime

José Raimundo Gabriel de Carvalho, de 55 anos, integrava a reserva remunerada do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e estava lotado no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CEFAP), unidade onde também atuou na ativa, como instrutor.

0

O bombeiro chegou a ser levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT), mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme nota do Corpo de Bombeiros, o Centro de Inteligência da instituição juntamente com a Polícia Militar do DF (PMDF) e a Polícia Civil do DF trabalham para elucidar as circunstâncias em que o fato aconteceu. “A corporação presta à família do militar todo o apoio que é possível nesse momento de dor”, informou, por nota.

Últimas notícias