DF bate recorde de vacinação em um único dia nesta sexta (18/6)

Ao todo, segundo a Secretaria de Saúde foram aplicados 26.859 imunizantes contra Covid-19 na capital federal

atualizado 18/06/2021 20:46

VacinaRafaela Felicciano/Metrópoles

A Secretaria de Saúde informou que esta sexta-feira (18/6) o Distrito Federal bateu recorde de primeiras doses aplicadas, em um único dia, contra a Covid-19. Segundo a pasta, o esquema vacinal foi iniciado em 25.728 pessoas e outras 1.131 tomaram a segunda dose. Ao todo, foram aplicados 26.859 imunizantes na capital federal.

O recorde anterior foi no dia 14 de junho, quando 25.550 pessoas foram vacinadas com a primeira dose (D1). Com os números desta sexta-feira, o DF alcançou 875.850 vacinados com a D1 e 329.536 com a D2.

A cobertura vacinal é de 37,92% com a dose inicial e 14,27% com o reforço. A cobertura vacinal é calculada de acordo com a população elegível a  receber a vacina que, atualmente, é de adultos com 18 anos ou mais. No DF, segundo a Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), vivem 2.309.944 pessoas nesta faixa etária.

Ampliação

A Secretaria de Saúde ampliou a vacinação para pessoas com 49 anos ou mais. O agendamento foi disponibilizado ao meio-dia desta sexta-feira (18) e, até às 18h, 19.876 pessoas haviam agendado atendimento. Outras 860 do grupo com comorbidades, cujo agendamento foi aberto às 15h, também agendaram.

A vacinação para esse público começa neste sábado (19), a partir das 9h, em seis locais que poderão ser escolhidos durante o agendamento: Torre de TV, Parque da Cidade, no estacionamento 12, Faculdade Uniplan, em Águas Claras, Taguaparque, Sesc de Ceilândia e Praça dos Cristais (das 18h às 23h).

A ampliação da vacinação foi possível com a chegada de 30,4 mil doses da vacina Pfizer/BioNTech e outras 22,6 mil doses da CoronaVac (sendo dividida entre D1 e D2). O Comitê Operacional da Vacinação decidiu que 32 mil doses serão utilizadas para a vacinação das faixas etárias, 4 mil para pessoas com comorbidades e 2,6 mil para as forças de segurança.

Flexibilização

O governador Ibaneis Rocha (MDB) decidiu autorizar a liberação do uso das churrasqueiras, saunas e salões de festas em clubes recreativos no DF. O Governo do Distrito Federal (GDF) também decidiu reduzir para um metro o espaçamento entre as carteiras escolares, conforme orienta o Ministério da Educação. A distância utilizada no DF era de 1,5m.

No caso das academias de ginástica, as catracas também poderão voltarão a funcionar a partir da publicação da norma, sem a utilização da biometria. Outra alteração vai permitir a licença eventual para cursos profissionalizantes e de capacitação, respeitando os protocolos.

As mudanças foram feitas no Decreto 41.913, de março de 2021, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da Covid-19 (Sars-Cov-2), e dá outras providências. (Com informações da Secretaria de Saúde)

Últimas notícias