DF: após decreto, postos de combustíveis mantêm horário reduzido

Apesar da autorização para funcionar durante 24 horas por dia, sindicatos decidem continuar com atividade limitada

Hugo Barreto/Metrópoles

atualizado 25/03/2020 11:24

Donos e funcionários de postos de gasolina do Distrito Federal decidiram manter o horário de funcionamento reduzido durante o período de crise causada pelo novo coronavírus. Nessa terça-feira (24/03), um decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) autorizou a abertura desse tipo de comércio durante 24 horas por dia.

Um acordo entre o Sindicato dos Empregados em Postos de Gasolina (Sinpospetro-DF) e o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e de Lubrificantes do Distrito Federal (Sindicombustíveis), fechado nessa segunda-feira (23/03), alterou o horário de funcionamento para segunda a sábado, das 7h às 19h. O objetivo é diminuir o impacto financeiro da ausência de clientes por causa da quarentena.

De acordo com Carlos Alves dos Santos, presidente do Sinpospetro-DF, o acordo entre as categorias, com o aval do Ministério Público do Trabalho, está mantido. Assim, nenhum posto usará o decreto para abrir durante 24 horas.

“O acordo entre os dois sindicatos (Sinpospetro e Sindicombustíveis) está mantido. Inclusive, o dono do posto que descumprir vai estar sujeito à multa de R$ 2 mil por funcionário”, lembra Santos.

Ele diz que respeitar a medida é importante para preservar os empregados e os donos de postos da crise que afeta o setor por conta do coronavírus. A multa prevista para quem descumprir o acordo entre os sindicatos, segundo Santos, aumenta gradativamente, de acordo com o número de funcionários.

Ou seja, quanto mais trabalhadores estiverem no posto em um dia ou horário fora do acordado, maior será a multa.

Funcionamento normal

Paulo Tavares, presidente do sindicato patronal, destacou que apesar da situação, os postos de gasolina estão funcionando normalmente nesta quarta-feira (25/03).

“Cumprir esse acordo entre os dois sindicatos é algo importante, porque ele protege a saúde dos funcionários e dá um certo amparo aos donos dos postos”, justifica. Segundo ele, desde o começo da crise, o setor teve queda de 80% nas vendas.

O decreto do governo do Distrito Federal (GDF) alterou o horário de funcionamento dos postos de combustível durante o período de suspensão das atividades comerciais na capital do país em decorrência da pandemia de coronavírus.

Em um primeiro momento, o decreto do governo falava da limitação de funcionamento dos postos entre segunda e sábado, das 7h às 19h. Nesta terça-feira (24/03), nova publicação autorizou o funcionamento durante 24 horas por dia. A medida foi adotada um dia após sindicatos decidirem restringir o horário e o próprio governo ter editado decreto com a definição de expediente das 7h e às 19h, de segunda a sábado.

Últimas notícias