Detran-DF flagrou 740 motoristas dirigindo bêbados em dezembro

Com último mês do ano marcado por festas de comemoração, órgão reforçou a fiscalização no trânsito. Ao todo, 16 pessoas foram presas

Agência BrasilAgência Brasil

atualizado 04/01/2020 12:15

Entre os dias 1º de dezembro do ano passado e a última quarta-feira (01/01/2020), 740 motoristas foram flagrados dirigindo bêbados no Distrito Federal. Desse total, 16 acabaram presos em flagrante por apresentarem teor alcoólico que configura crime de trânsito, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro.

O Departamento de Trânsito do DF (Detran) autuou ainda 260 condutores inabilitados; 220 com a carteira de habilitação vencida há mais de 30 dias; e 25 com direito de dirigir suspenso. Além disso, 1.165 infrações diversas foram lavradas e 440 veículos tiveram que ser removidos aos depósitos do departamento.

Os números fazem parte do balanço da Operação Boas Festas, realizada pelo Detran durante o mês de dezembro, marcado pelas festas de confraternização. No período, a fiscalização de trânsito foi reforçada, com mais de 600 ações e 4,5 mil veículos abordados.

Durante o mês de dezembro, os agentes do Detran aproveitaram para testar, em caráter educativo, o drogômetro. O aparelho permite identificar a presença de substâncias psicoativas no organismo do condutor. Ao todo, 52 motoristas foram submetidos ao teste.

Virada do ano

Apenas na madrugada do Ano-Novo, a Polícia Militar do DF (PMDF) autuou 145 condutores. O número se somou às do Detran, que registrou 36 casos de alcoolemia. Ao todo, 181 motoristas acabaram flagrados alcoolizados nas ruas do DF, na virada do ano.

De acordo com a Lei Seca, dirigir sob a influência de álcool ou psicotrópicos é infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. A carteira de habilitação do condutor flagrado é suspensa por um ano.

Em caso de reincidência as punições são ainda mais severas. No DF, aproximadamente 141 mil motoristas foram pegos pela Lei Seca ao longo dos últimos 11 anos.

A Lei Seca contribuiu para reduzir em 50% as mortes no trânsito do DF. Com isso, Brasília foi a primeira unidade da Federação a atingir a meta de segurança determinada pela Organização das Nações Unidas (ONU) ainda em 2019.

Últimas notícias