Desemprego no DF diminui em relação a maio de 2020, diz Codeplan

Houve aumento de 7,9% no número de ocupados em relação ao mesmo período do ano passado, segundo Pesquisa de Emprego e Desemprego no DF

atualizado 30/06/2021 9:45

Mão segurando carteira de trabalho com pessoas caminhando na rua desfocadas ao fundoRafaela Felicciano/Metrópoles

A Pesquisa de Emprego e Desemprego no Distrito Federal (PED-DF) mostra que a taxa de desemprego total diminuiu de 21,3% para 19,4%, entre maio de 2020 e de 2021 na capital. Os dados são da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan).

A pesquisa foi realizada em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). No quinto mês do ano, a taxa de participação – proporção de pessoas com 14 anos ou mais incorporadas ao mercado de trabalho como ocupadas ou desempregadas – cresceu, ao passar de 62,9% para 65,2%.

De acordo com a pesquisa, o aumento no nível de ocupacional no último ano derivou do crescimento setorial no número de ocupados na construção, no comércio e reparação, na indústria e nos serviços, além do crescimento do trabalho autônomo, do assalariamento com e sem carteira de trabalho assinada e do agregado em demais posições.

0

O presidente da Codeplan, Jean Lima, avalia os dados apresentados positivamente. “Mesmo atravessando uma crise sanitária sem precedentes, que afetou diretamente a economia mundial e o mercado de trabalho, tivemos aumento de 7,9% no número de ocupados e uma queda de 3,9% no número de desempregados em relação ao mesmo período do ano passado”, afirmou.

Em abril de 2021, a Taxa de Desemprego Total manteve a estabilidade ao passar de 19,6% para 19,4%, em maio. A taxa de participação também teve pequena variação, de 65,1% para 65,2%.

A pesquisa na Periferia Metropolitana de Brasília (PED-PMB) mostra que a taxa de desemprego total ficou relativamente estável ao passar de 22,9% para 23,1% da População Economicamente Ativa (PEA), entre abril e maio de 2021.

Mais lidas
Últimas notícias