Crianças do DF podem vacinar contra poliomielite a partir de segunda

A campanha segue até 9 de setembro em todas as unidades básicas de saúde. Crianças de 1 a 5 anos incompletos podem se imunizar

atualizado 05/08/2022 17:40

vacinaçãoMyke Sena/Especial para o Metrópoles

A campanha nacional de vacinação contra a poliomielite para crianças de 1 a 5 anos incompletos começa na próxima segunda-fera (8/8) no Distrito Federal.

Simultaneamente, ocorre a multivacinação para atualização do calendário vacinal de crianças e adolescentes até 15 anos. A iniciativa segue até 9 de setembro em todas as unidades básicas de saúde (UBS’s). Em 20 de agosto, será o Dia D de mobilização nacional.

As campanhas têm como objetivo aumentar a cobertura vacinal da faixa etária assim como atualizar as cadernetas de vacinação de todos. O público-alvo para a imunização é estimado em 199,6 mil crianças. Já no caso da multivacinação, que engloba crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, não vacinados ou com esquemas vacinais incompletos, o total esperado é de 395,9 mil pessoas.

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa aguda causada por vírus que pode provocar paralisias irreversíveis. Segundo o relatório de 2022 da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), o Brasil é um dos países que apresenta maior risco de reintrodução da doença.

A vacina contra a paralisia infantil é administrada em dois formatos diferentes: injetável e em gotas. A vacina inativada poliomielite (VIP) é um imunizante trivalente injetável em três doses aplicadas em bebês de 2 meses (1ª dose), 4 meses (2ª dose) e 6 meses (3ª dose). Já a vacina oral poliomielite (VOP) é considerada um reforço do esquema primário em duas doses para crianças a partir de 15 meses (1ª dose) e a partir de 4 anos (2ª dose).

Para todas as crianças a campanha de multivacinação é a oportunidade de atualização da carteira com as vacinas que estão dentro do calendário, como febre amarela, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), pneumocócica e rotavírus.

 

 

 

Mais lidas
Últimas notícias