Creche no Itapoã corre o risco de fechar por falta de doações

Pedacinho do Céu não tem conseguido receber ajuda após o início da pandemia. Sem suporte, é possível que local encerre as atividades

atualizado 10/03/2021 0:51

Uma creche que atende dezenas de crianças está prestes a fechar no Itapoã. A Pedacinho do Céu, que funciona há quase 10 anos, praticamente parou de receber doações – único meio de sobrevivência –, após o início da pandemia.

Segundo a responsável pela creche, Cleonice Oliveira, são diversas as necessidades do local para conseguir se manter. “A gente precisa principalmente de uma reforma e de ajuda para conseguir documentação para tentar contrato com o GDF. Temos o espaço, temos carinho, mas faltam recursos”, lamenta.

Conforme conta, o local era mantido na base de doações, feitas por um grupo de empresários da cidade, que, aos poucos, foi perdendo a capacidade de ajudar. Eram quase 120 crianças atendidas, mas atualmente o número chega a 30.

“Meu marido ficou um tempo sem emprego, precisei me mudar para morar aqui no local e fiquei só com meu fogão e minha mesa. O resto me desfiz de tudo. Eu fico desesperada com essa situação, mas quero poder ajudar”, explica.

Para piorar, o Pedacinho do Céu foi assaltada em setembro do ano passado. “Levaram as nossas cadeiras e, o que não conseguiram pegar, quebraram. Não sei se acharam que a gente teria muita coisa aqui, mas não temos”, afirma a responsável pela instituição.

Apesar das dificuldades, Cleonice ainda pensa em continuar com a creche, que começou pensando em evitar que mães solteiras passem por aquilo que ela própria passou quando teve a primeira filha. “Elas dependem muito de ajuda e me dói o coração ver uma criança sem ter quem cuidar ou o que comer”, explica.

Ajude!

Quem quiser contribuir para garantir o funcionamento da Pedacinho do Céus (foto abaixo) pode entrar em contato com Cleonice por meio do telefone (61) 99236-9027.

Mais lidas
Últimas notícias