Covid: GDF espera vacinar 400 mil com 2ª dose em julho e agosto

Secretário de Saúde, Osnei Okumoto reforça que “é de extrema importância completar ciclo vacinal, com duas doses, para garantir imunização"

atualizado 22/06/2021 16:38

Início da vacinação para pessoas de 59 anos no Parque da CidadeArthur Menescal/Especial Metrópoles

A Secretaria de Saúde do DF espera vacinar 400 mil pessoas com a segunda dose contra a Covid-19 nos meses de julho e agosto. Esses fármacos, de acordo com a pasta, estão reservados para garantir o reforço na imunização de quem já recebeu a primeira aplicação.

Conforme anunciou a pasta distrital, “a aplicação do reforço está garantida graças ao planejamento de toda a equipe que cuida diretamente do processo de vacinação”. O órgão também ressalta que as doses reservadas para segunda aplicação não serão utilizadas para D1 – como alguns municípios brasileiros fizeram e enfrentaram falta de vacinas para completar a imunização da população.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, reforça que “é de extrema importância completar o ciclo vacinal, com as duas doses, para garantir a imunização contra a Covid-19. Os fabricantes da Coronavac e da AstraZeneca recomendam a aplicação de duas doses, respeitando os intervalos, então, temos que seguir o que é indicado e voltar aos pontos de vacinação”.

No mês de julho, cerca de 200 mil brasilienses devem retornar aos postos de vacinação para receber o reforço dos imunizantes Coronavac e AstraZeneca aplicados nos meses de abril e junho. As doses para este público já estão reservadas na Rede de Frio Central.

Nesse sentido, a secretaria orienta a todos que receberam a primeira dose contra a Covid-19, na capital federal, que confiram o cartão de vacina e se dirijam aos locais de imunização nas datas indicadas. Para o mês de agosto, outras 200 mil pessoas deverão procurar os postos de Saúde, totalizando aproximadamente 400 mil fármacos aplicados em dois meses, somente de D2.

Mais doses recebidas

Atualmente, consta, no estoque da Rede de Frio Central, um total de 196.760 unidades de imunizante para serem aplicados como segunda dose (D2), compostos por 16.220 doses de Coronavac e 180.540 de AstraZeneca. Parte dessa remessa chegou no último dia 20, quando o DF recebeu 96.750 unidades de AstraZeneca, todas destinadas para aplicação como D2.

O quantitativo somou-se ao que já estava na Rede de Frio e vai dar sequência à vacinação de segunda dose para o mês de julho.

Em agosto, a previsão é aplicar 194.946 unidades de D2 – dentre as quais cerca de 37 mil são da Pfizer/BioNTech e o restante de AstraZeneca. Esse número pode aumentar, a depender da chegada de mais doses da vacina Coronavac em julho que, sendo aplicadas naquele mês, o reforço será administrado em agosto.

As três vacinas atualmente em uso no Distrito Federal são inoculadas em duas doses. O intervalo entre as aplicações deve ser de até 28 dias no caso da Coronavac/Butantan e de 12 semanas para AstraZeneca/Fiocruz e Pfizer/BioNTech. Ainda não disponível no DF, apenas a da farmacêutica Janssen, empresa do grupo Johnson & Johnson, é administrada em dose única. (Com informações da Secretaria de Saúde)

Últimas notícias