Covid-19: DF bate recorde de mortes em um dia e total de óbitos chega a 176

Além disso, 12.020 pessoas foram infectadas com o coronavírus. Há, ainda, 70 pacientes internados em estado grave

Sepultamento de mais uma vítima de coronavírus no Cemitério Campo da Esperança na Asa SulHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 04/06/2020 11:50

Os números de infectados pelo novo coronavírus não param de crescer no Distrito Federal. De acordo com o balanço divulgado na noite desta quarta-feira (03/06), já são 12.020 pessoas contaminadas.

Em contrapartida, 176 morreram vítimas da doença e, entre os hospitalizados, 70 encontram-se em estado grave. Apenas nesta quarta, foram 13 mortes – o maior número de fatalidades contabilizadas em um único dia.

Outras 15 pessoas perderam a vida em hospitais do DF por causa do coronavírus, mas essas fatalidades entram nas estatísticas dos estados de origem desses pacientes.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a maioria dos enfermos são homens: 6.238; enquanto as mulheres representam 5.782 casos.

Entre as 12.020 pessoas infectadas, 6.359 (52,90%) já se curaram. A Secretaria de Saúde do DF considera como recuperados aqueles pacientes que tiveram os primeiros sintomas há mais de 14 dias e não estão hospitalizados.

0

Ao mesmo tempo que medidas como o lockdown – versão mais rígida do distanciamento social, com restrições à circulação de pessoas – são discutidas, em locais como Ceilândia, onde há o maior número de casos no DF, a flexibilização das atividades começa a ser implementada.

Nesta quarta, por exemplo, parques foram reabertos e missas e cultos religiosos voltaram a ser permitidos. Em ambos os casos, há restrições quanto à quantidade de público permitido.

Últimas notícias