Coronavírus provoca queda de 35% na doação de leite materno do DF

Mulheres estão com medo do contato com profissionais de saúde. Secretaria assegura que segue todas as recomendações para evitar o contágio

atualizado 26/03/2020 21:54

A doação de leite materno caiu 35% em função do isolamento de brasilienses em meio a pandemia de coronavírus.

Segundo a coordenadora dos Bancos de Leite Humano do Distrito Federal, a queda no número de material materno colhido teve redução em função do temor pela doença.

“As mães estão com medo e não querem profissionais de saúde em suas casas. Entretanto, estamos cumprindo todo o rigor na coleta, tanto as recomendações das legislações de Banco de Leite Humano quanto todos os planos de contingências realizadas pelo GDF”, esclarece Miriam Santos.

O leite serve de alimento para recém-nascidos internados na rede pública. Não é preciso sair de casa para doar, segundo a coordenadora. “Basta entrar em contato que vamos buscar”, disse a profissional de saúde.

Mulheres interessadas em doar leite materno podem tirar as dúvidas sobre o procedimento no site da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (clique aqui).

Últimas notícias